Digital clock

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Após oração a Deus morta aperta mão de amiga e velório é interrompido

Após oração a Deus morta aperta mão de amiga e velório é interrompido | Noticia Evangélica Gospel
O que era para ser um velório comum acabou se transformando em uma confusão em Pederneiras SP, onde foi interrompido na sexta-feira (05) a ponto das flores da coroa ficar espalhadas pelo chão dada a correria para verificar se a idosa estava ainda vida.
O corpo de Maria Aparecida da Silva, de 63 anos, foi retirado às pressas.Tudo porque a doméstica Vaní Morais Ferreira sentiu um aperto de mão da amiga falecida após ter feito uma oração a Deus assim: “Eu falei: Senhor tem de misericórdia, se ela estiver viva então ela mostra para mim, aí ela apertou a minha mão assim”.
A polícia e o Samu de Pederneiras foram acionados pela família. Fotos tiradas com um celular mostram as equipes médicas que examinaram a mulher e em seguida foi levada para a ambulância com caixão e tudo. “Foi feita toda a avaliação, pressão arterial inaudível, pulso sem movimento respiratório, sem pulso”, explicou a enfermeira do Samu Karina Kuyumjian.
O corpo da idosa foi levado para a santa casa de Pederneiras. Os médicos chegaram a fazer uma nova avaliação a pedido da família, mas logo constataram que era realmente um engano e que a mulher já estava morta.
Mas de acordo com o médico plantonista do Samu que esteve no local e examinou a idosa explica o que aconteceu: “Com o processo de decomposição do corpo a pessoa tende a ter alguma rigidez com o passar de horas, então provavelmente a rigidez da mão fez a sensação da família achar que a paciente estava apertando a mão”, afirmou Gabriel Bresciani, clínica geral, dai a grande confusão.

'Mulher montada na besta' estampará novas cédulas do Euro

'Mulher montada na besta' estampará novas cédulas do Euro | Noticia Evangélica Gospel
Segundo a mitologia grega, a princesa fenícia Europa foi raptada e estuprada pelo rei dos deuses, Zeus. Seu nome ficou eternizado por dar nome ao continente que agora usará sua imagem nas cédulas de dinheiro.
Essa foi a imagem escolhida para, a partir do próximo ano, substituir janelas e portas nas notas como um recurso decorativo e também de segurança. “Retratos são utilizados em notas de todo o mundo e a pesquisa mostrou que as pessoas tendem a se lembrar de rostos. Existe melhor figura do que Europa para servir como o novo rosto do euro?”, questiona o chefe do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi.
Ela aparecerá pela primeira vez nas notas de 5 euros, e deverá ser gradativamente vista nas outras notas nos próximos anos. O rosto de Europa será mostrado como uma marca d’água e um holograma.
O Banco Central Europeu revelou este mês como as novas notas incluirão elementos de segurança melhorados. De acordo com o site do Banco Central Europeu, “ao inclinar-se a nota, o número esmeralda apresenta um efeito luminoso de movimento ascendente e descendente. Dependendo do ângulo de observação, o número também muda de cor passando de verde-esmeralda a azul escuro”.
A primeira série de notas marca a maior mudança na circulação do euro em 10 anos.
Um dos motivos para a mudança é o crescente número de notas falsificadas de euro que passaram a circular no continente nos últimos anos. A Europol, agência de polícia da União Europeia, com sede em Haia, disse que as autoridades apreenderam mais de € 19 milhões em dinheiro falso desde 2006.
Alheio a questão estética, diversos sites cristãos especializados em profecias levantaram a hipótese de que trata-se da “mulher monta na besta”, citada no Livro de Apocalipse. Um dos motivos é a crescente secularização da Europa, que restringe a fé cristã, mas demonstra maior tolerância com as manifestações muçulmanas, lembra o Prophecy News Watch.
Segundo o fórum de debates Rapture in the air, assim como Zeus, Satanás terá a capacidade de tomar a forma humana e enganar a todos durante a tribulação.
A mulher também pode ser vista em frente à sede da União européia em Bruxelas. Recentemente, em meio à crise do Euro, ganhou força a proposta de um governo e um exército unificado em toda a Europa para evitar novas crises econômicas.
Outros lembram que a bandeira da União Européia e suas 12 estrelas também são alusões a elementos dos capítulos 16, 17 e 18 do Livro de Apocalipse. As informações são do jornal EU Observer, Rapture in the air, Prophecy News.

Professores são proibidos de mencionar o nome de Jesus Cristo às crianças na Suécia durante Natal

Professores são proibidos de mencionar o nome de Jesus Cristo às crianças na Suécia durante Natal
O governo da Suécia divulgou recentemente uma resolução aos professores do país proibindo a menção ao nome de Jesus Cristo. O comunicado é referente às visitas a igrejas durante a época das festividades de fim de ano, sobretudo o Natal.
Ensinar as crianças sobre o Advento, tempo litúrgico que antecedem o Natal, observado pelas Igrejas católica e ortodoxa, bem como muitas denominações protestantes, é parte do currículo nacional, mas as lições sobre ele, mesmo aqueles que incluem serviços de igreja reais, não pode incluir qualquer oração, bênçãos ou declarações de fé.
De acordo com o comunicado, os professores podem levar os alunos durante a época de Natal nas igrejas, mas Jesus não pode ser mencionado. A resolução causou polêmica entre cristãos, como o blog português “perspectivas”, que declarou que isso seria o mesmo que “crianças portuguesas visitassem as caves do vinho do Porto, em Gaia, e os professores fossem proibidos pelo governo de falar em uvas”.
O governo informou ainda que “a oração, bênçãos ou declarações de fé” são proibidos, segundo informações do The Chiristian Institute, que mencionou também que em 2011 mais de três milhões de calendários escolares distribuídos pela União Europeia não traziam nenhuma referência ao feriado cristão, apesar de trazer referências a muçulmanos, hindus, sikhs e festividades chinesas;

O que eu dei foi oração, diz mãe do ministro Joaquim Barbosa


O que eu dei foi oração, diz mãe do ministro Joaquim Barbosa


Em declaração para a imprensa, Benedita Gomes da Silva, mãe do ministro Joaquim Barbosa, comentou que a única coisa que deu ao filho foi oração e que ele conseguiu chegar à presidência do Supremo Tribunal Federal por conta própria.

“O que eu dei foi oração, ele lutou por conta própria”, disse ela que é evangélica da Assembleia de Deus. Ao lado de parentes e artistas, o ministro Joaquim Barbosa tomou posse do novo cargo nesta quinta-feira (22).

Nascido na cidade de Paracatu, Minas Gerais, em 1954 o ministro se esforçou para conquistar seus sonhos, aos 16 anos ele se mudou para Brasília para morar com uma tia e cursar o ensino médio.

Foi nessa época que ele conseguiu trabalho como compositor gráfico do Senado e mais tarde como oficial do Ministério das Relações Exteriores.

Formado em Direito pela Universidade de Brasília, Joaquim Barbosa é casado com Marileuza Francisco de Andrade com que tem um filho, Felipe, nascido em 1982.

Sempre seguindo carreira pública, Barbosa foi nomeado pelo então presidente Lula em 2003 para o STF. Apenas em 2008 ele conseguiu se tornar ministro efetivo e também vice-presidente da mais alta corte do Brasil.

A posse de Joaquim Barbosa se tornou histórica por ele ser o primeiro homem negro a presidir do Supremo Tribunal Federal.

[Testemunho] Ex-viciado em drogas, vereador evangélico revela como se recuperou: “Deus te dá força”

[Testemunho] Ex-viciado em drogas, vereador evangélico revela como se recuperou: “Deus te dá força”
Antes usuário de drogas, agora, evangélico e recuperado para a sociedade. O vereador eleito para a Câmara de Montes Claros, MG, Waldiney da Silva (PHS) testemunhou sobre a virada em sua vida e falou sobre os planos de ajudar dependentes químicos.
O “Irmão Waldiney”, como é conhecido nas ruas da cidade, começou a usar drogas aos 15 anos, foi internado em quatro centros de recuperação diferentes e viveu na rua por um mês: “Eu não me amava. Esqueci do mundo e de mim”, afirmou o vereador eleito, em entrevista ao G1.
Durante dez anos foi usuário de drogas e chegou a ter uma parada cardiíaca: “Foi quando tudo começou na minha vida. Eu falei com Deus que eu iria mudar”, conta, lembrando que a última vez que se drogou foi em 2004, quando começou a frequentar uma igreja evangélica.
Os motivos para a imersão no mundo das drogas não eram falta de apoio ou condições sociais: “Troquei a minha família e meus sonhos sonhos pela droga. Fui morar nas ruas, não por falta de casa ou comida, mas porque eu não não gostava de mim”, revela, antes de ressaltar o apoio recebido de seu pai: “Ele falava comigo: ‘Deus vai te dar força, você vai sair dessa’. Ele me ajudou muito”.
Agora, recuperado e com um mandato de quatro anos pela frente, “Irmão Waldiney” pretende usar o cargo para ajudar pessoas que estão nas condições pelas quais ele passou: “Tem muita gente precisando de oportunidade para mudar de vida”.
A candidatura à vereador começou a nascer quando foi trabalhar como propagandista volante, tornando-se conhecido nas ruas da cidade. O presidente do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) fez o convite e Waldiney topou, segundo ele, pela vontade de ajudar os demais e continuar provando que a recuperação é possível.
-Tem muita gente precisando de oportunidade para mudar de vida. Qualquer ser humano pode dar a volta por cima – frisa o ex-dependente químico eleito vereador.

Pastor oferece curso de tiro gratuito para atrair fiéis: “Jesus orientou o povo a saber se defender”

As estratégias das igrejas para atrair fiéis estão ficando cada vez mais diversificadas e ousadas.

Pastor oferece curso de tiro gratuito para atrair fiéis: “Jesus orientou o povo a saber se defender”
Pastor oferece curso de tiro gratuito para atrair fiéis: “Jesus orientou o povo a saber se defender”
Um pastor da cidade de Marengo, em Ohio, Estados Unidos, resolveu usar a estrutura da igreja para oferecer cursos de tiro.
O pastor Jeff Copley preparou um curso de dez horas, ministrado gratuitamente e conforme as regras do estado e que concede ao inscrito o direito a receber um documento para o porte de arma.
Segundo o pastor, saber manusear uma arma é importante como defesa pessoal e também espiritual: “Jesus orientou seus discípulos a venderem suas capas e comprarem espadas. Ele instruiu seu povo a se preparar para se defender. É difícil encontrar alguém em nossa congregação que de alguma forma não atire”, revelou ao site local “The Daily”.
Como a congregação fica numa área rural, é normal ver cidadãos andando armados para sua defesa pessoal ou para caça. Nos Estados Unidos, possuir armas de fogo é uma tradição, e qualquer cidadão pode possuir uma arma, desde que siga as regras determinadas.
O pastor afirmou que sua igreja tem desenvolvido diversas atividades visando uma maior adesão por parte dos membros, mas o crescimento foi pífio. A partir daí, resolveu oferecer o curso de tiro, “pois todos os moradores possuem armas pessoais ou de caça”.
Para os críticos da estratégia do pastor, ele responde dizendo que não é o primeiro a implementar um curso do tipo, e mencionou exemplos de igrejas em estados rurais, como Carolina do Norte, Flórida, Montana e Ohio: “Dezenas de outras igrejas estão enfrentando uma crescente deserção religiosa chamando seus rebanhos às armas literalmente”.
Em março deste ano, o reverendo Ryan Bennett, da Igreja Batista Central de Lexington, na Carolina do Norte, realizou o primeiro curso de instrução para o uso e posse de armas de fogo: “Queremos atrair mais pessoas e vamos tentar tudo que estiver ao nosso alcance para fazê-lo”, afirmou, ressaltando porém, que a recomendação é de que as pessoas tenham responsabilidade: “Promovemos um senso de responsabilidade. Não suportamos a violência. Essa é apenas uma outra maneira de alcançar as pessoas”.
Porém, essas iniciativas vão no sentido contrário das recomendações do Conselho Nacional das Igrejas de Cristo, que abrange cerca de 45 milhões de fiéis protestantes, anglicanos e ortodoxos. Em 2010 o Conselho orientou as igrejas a estimularem o desarmamento dos cidadãos, por entender que essa seria uma iniciativa mais segura: “É muito difícil de justificar, em termos cristãos, o acesso público a armas de fogo. A verdade é que o uso dessas armas acaba tirando mais vidas do que protegendo. A venda e uso dessas armas contradiz os ensinamentos de Deus, que proíbem a violência”, afirmava o comunicado à época.

Igreja Católica na Itália vende perdão de pecados por 16 dólares por causa do “fim do mundo”

O dia 21 de dezembro de 2012 ficou sendo conhecido no mundo todo como a data do fim do mundo no calendário maia.

Igreja Católica na Itália vende perdão de pecados por 16 dólares por causa do “fim do mundo”
Igreja Católica na Itália vende perdão de pecados por 16 dólares por causa do “fim do mundo”
As especulações e superstições em torno da data têm feito surgir vários fatos curiosos, e o último deles é a suposta venda de indulgências pela Igreja Católica através da internet.
Segundo o portal Russia Today, a Igreja Católica de Assis na Itália estaria vendendo o perdão de pecados através de um site russo pelo valor de 500 Rúbios, o equivalente a US$ 16.
-Segundo as previsões, o mundo está chegando ao fim. Mas não fique aflito. O perdão dos pecados foi organizado pela Igreja Católica de Assis, na região de Umbria da Itália, na província de Perugia, na encosta sul do Monte Subasio, elevando-se muito acima do afluente pitoresca do rio Tibre: Chiascio – diz o anúncio, segundo o site russo.
- O que representa as absolvições? Este é o primeiro passo no caminho para Deus. O adquirente da indulgencia começa a fazer o bem, porque o dinheiro da venda ao longo dos séculos será doado a instituições de caridade – diz o anúncio.
A noticia está sendo divulgada em meios de comunicações e rede sociais pelo mundo inteiro, mas não houve nenhum pronunciamento oficial da Igreja ou do Vaticano sobre o fato.

Padre ‘surta’, puxa cabelo de catequista e a expulsa da igreja a gritos em AL

A confusão, que aconteceu no último sábado (24), começou na sacristia, terminou no altar da paróquia e chocou quem estava no local.

Padre 'surta', puxa cabelo de catequista e a expulsa da igreja a gritos em AL
Padre ‘surta’, puxa cabelo de catequista e a expulsa da igreja a gritos em AL
Era para ser apenas uma missa de sábado no interior, mas acabou se tornando uma confusão entre o padre uma fiel. A Igreja São José, no município de Olho D’água do Casado, estava cheia de católicos que aguardavam o início do culto dedicado ao jovens.
Ao invés de missa, os fiéis assistiram a um bate-boca entre o padre Sebastião Costa Lima, de 55 anos, e a dona de casa Maria Magna Andrade, de 43 anos.
A catequista diz ter sido agredida pelo pároco por ter sido convidada a participar da missa dedicada aos jovens da cidade. “Eu fui convidada a ir até o padre, porque ele estava chamando outras jovens. Só que chegando lá, o padre gritou muito alto comigo e eu saí”, conta Maria Magna, que ainda foi impedida pelo padre de fazer a leitura de um salmo durante o rito litúrgico, sendo expulsa do templo “porque não era jovem”.
A fiel relata que, inconformada com a atitude do padre, se dirigiu ao altar e explicou aos outros fiéis presentes na igreja o motivo de estar sendo expulsa. Foi justamente nesse momento que o pároco perdeu o controle e partiu para agredir Maria Magna.
“Ele me agrediu, puxou meus cabelos”, conta a catequista. “Depois que um jovem apartou o padre de mim, ele ainda veio outra vez pra cima de mim para me agredir.” O pároco e a fiel trocaram gritos e ofensas mútuas assustando as demais pessoas que estavam na paróquia.
Uma testemunha, que não quis se identificar, disse ter ficado assustada com a forma como o padre tratou os catequistas. “Teve gente até que pulou da janela com medo. De criança só tinha minha filha, ela ficou muito assustada e disse que não quer voltar nunca mais para a igreja”, relatou.
O episódio tem dividido a opinão da população que não esperava que o padre Sebastião agisse dessa maneira. Entretanto, alguns cidadãos culpam as fiéis por criarem um clima de disputa entre si e o pároco, o que teria, de fato, gerado a confusão.
Procurada pela reportagem do TNH1, a assessoria de comunicação da Diocese de Palmeira dos Índios informou que o padre Sebastião Costa Lima não irá se pronunciar sobre o caso até que seja ouvido pelo bispo Dulcênio Fontes de Matos.

O cristão pode ter uma árvore de Natal em sua casa? Veja opinião sobre o tema

O cristão pode ter uma árvore de Natal em sua casa? Veja opinião sobre o tema
Quando chega a véspera do Natal surgem vários questionamentos no meio cristão sobre a validade bíblica da data, bem como se é conveniente ou não para um cristão usar em sua casa adornos e ornamentos típicos da época, como a árvore de Natal.
André Sanches, do blog Esboçando Ideias, escreveu recentemente um artigo para abordar o assunto, respondendo principalmente à ideia de que usar esse ornamento é pecado por remeter a antigos costumes pagãos. Segundo ele, esse tipo de dúvida surge principalmente por não ser abordado diretamente pela Bíblia, mas explica que pensando um pouco os cristãos podem chegar a uma opinião madura sobre o tema.
- O simples argumento de que algo foi usado por pagãos no passado não me convence de que não podemos usá-lo hoje. Isso porque os ímpios têm a capacidade de macular todo tipo de coisa em que põe a mão. Imagine, por exemplo, que os ímpios usavam o sexo (criado por Deus) em seus rituais pagãos. Então não vamos mais fazer sexo por causa dos ímpios? Os ímpios faziam cultos aos seus deuses debaixo de árvores frondosas (criadas por Deus). Não podemos então cultuar Jesus Cristo debaixo de uma bela sombra de uma árvore frondosa? – questiona Sanchez, que defende que em primeiro lugar está a intenção do ato.
O blogueiro afirma ainda que o objetivo de se colocar tal ornamento em sua casa não pode ferir nenhum mandamento bíblico, e afirma que é um absurdo proibir alguém de montar uma árvore de natal por que alguém usou esse ornamento no passado para adorar seus deuses.
- Se você coloca essa árvore em sua casa, e com ela faz qualquer oferenda ou faz qualquer adoração que não seja ao Deus Todo Poderoso, você está pecando por isso. Se acha que ela lhe trará prosperidade, sorte e coisas do gênero, também está no caminho errado – completa, lembrando também que o uso da árvore, como o de qualquer outra coisa não pode ser uma fonte de conflitos e brigas no lar.

“Deus abençoe quem ajudou”, agradece mãe que deu à luz dentro de supermercado

“Deus abençoe quem ajudou”, agradece mãe que deu à luz dentro de supermercado
Na última semana, Ana Teixeira, de 38 anos, deu à luz dentro de um supermercado do bairro Praia do Suá, em Vitória, Espírito Santo. O parto aconteceu quando Ana foi ao supermercado porque havia esquecido lá a bolsa com as roupinhas do bebê, já preparada para quando a filha nascesse.
- Quando cheguei no guarda-volumes para pegar a bolsa, começou uma dor que só foi aumentando. Eu sentei, me deram um copo d’água, a bolsa rompeu e o bebê começou a nascer – relatou a mãe, emocionada sobre o sétimo filho.
Emocionada, ela falou à reportagem da rede Globo, agradecendo a todos que a ajudaram naquele momento complicado.
- Quero agradecer por terem me ajudado. Que Deus abençoe eles – disse Ana Teixeira.
A bebê, Stéfany Teixeira, nasceu com 2,6 kg e medindo 47 centímetros. De acordo com a diretoria do Pró-Matre, hospital que mãe e filha estão internadas, na capital, a recém-nascida chegou à unidade de saúde 40 minutos após o parto, o que deixou a equipe médica apreensiva por conta dos riscos.
- Sempre há riscos nesses casos, a criança pode aspirar o líquido que fica na bolsa, por exemplo. Mas isso não ocorreu e a menina passa muito bem – explicou Perácio Soares, diretor da Pró-Matre.

Advogada evangélica testemunha que sua luta contra o câncer trouxe oportunidade de transformar vidas: “Quem tem o poder é Deus”

Advogada evangélica testemunha que sua luta contra o câncer trouxe oportunidade de transformar vidas: “Quem tem o poder é Deus”
A luta pela cura de uma doença envolve a medicina e todo seu conhecimento, mas principalmente a fé. Esse é o recado da advogada evangélica Adriana Zurita, que aos 50 anos, descobriu um câncer, e há três, luta contra a doença.
Adriana, evangélica desde os 33 anos, era uma advogada bem sucedida – cuidava de mais de 40 escritórios em todo o Brasil – e entende que a doença trouxe um novo prisma para sua vida: “Nunca tive tempo para nada. Eu só trabalhava. Não via minha filha e minha família. Me descuidei. Deus estava dando um sinal de que eu precisava descobrir um novo estilo de vida”, afirma.
Os momentos difíceis existiram, mas como muitas pessoas entendem que milagres são coisas subjetivas, Adriana é grata a Deus pelas oportunidades que a dificuldade trouxe.
-Já fiz 19 cirurgias e houve até períodos em que eu não podia fazer exames de sangue porque minhas veias sumiram. Mas a doença veio como uma missão na minha vida. Quando você chega nas clínicas ou hospitais, as pessoas não se olham, não se falam. Eu sempre chego rindo. Um dia, quando entrei na sala, disse: ‘Bom dia’. Um senhor retrucou: ‘Você pode me dizer o que esse dia tem de bom?’. Eu simplesmente disse: ‘Estamos vivos’. Na semana seguinte, ele apareceu todo arrumadinho para fazer o tratamento e passou a me cumprimentar e conversar. Também conheci uma executiva linda, 30 e poucos anos, casada e preocupada em perder o marido porque estava doente. Aconselhei que ela tirasse aquelas roupas formais, vestisse uma sandália linda, uma peruca e sorrisse – relembra a advogada.
Em entrevista ao site O Dia, Adriana ressalta que embora muitas pessoas não creiam, Deus existe e atua: “Eu não quero pregar, cada um tem a sua religião. Mas a minha situação é muito complicada, tenho um carcinoma muito sério, a doença se espalhou para a bexiga, ureter, intestino, rins. Sempre contei com médicos maravilhosos, que sabem muito, mas eles não sabem tudo. Parece frase de efeito, mas não é: ‘Nós temos o conhecimento. Quem tem o poder é Deus’. Cada um chame isso de força ou o que quiser, mas tem algo acima, que ninguém consegue explicar”, pontua, confiante.
-Num dia de muito sofrimento, em que só sentia dor, descobri a cúrcuma, condimento muito usado na Índia e que protege o fígado. Minha filha me ajudou a fazer uma lavagem. Depois de pouco mais de duas horas, a sensação de alívio foi uma coisa maravilhosa, me senti limpa. Cheguei a ligar para o meu médico e ele simplesmente disse: ‘Tudo no seu caso e na sua vida acontece de maneira diferente. Se a cúrcuma funcionou, vamos lá’. E é claro que depois fui pesquisar obre o assunto. Descobri que a Universidade Federal de Santa Catarina tem vários estudos sobre o tema.
Para ela, Deus tem propósitos em cada situação, e sua gratidão por estar servindo a um propósito é maior que as dificuldades: “Tenho uma filha linda de 17 anos e uma mãe de 80. Se tudo o que estou vivendo servir para melhorar ou salvar uma única pessoa, meu sofrimento já valeu. O câncer tem cura”, completa.

Indiano não corta as unhas há 28 anos


Fotos: Rajesh Kumar Singh/APO indiano Amar Bharti, 58 anos, não corta as unhas desde que tinha 30. Algumas acabaram quebrando com o tempo, mas ainda sim elas chegam a dar voltas de tão grandes. Ele foi fotografado no domingo (02) falando ao celular em Allahabad, na Índia.

Há 38 anos, ele optou por manter seu braço direito erguido como forma de reverência e devoção a Shiva, deus hindu. Após tanto tempo, seu braço não voltará ao normal.

Em nome das suas crenças, ele vagou pelas ruas e resolveu desligar-se das coisas mundanas.

O braço direito de Amar Bharti não abaixa mais