Digital clock

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Receba Santa Ceia E Óleo De Unção Por Correio Por 300 Reais

Se você é um “sem-igreja” e não está tomando a santa ceia, torne-se membro da "igreja em casa", que enviará pelo correios o Kit Comunhão, com os elementos da santa ceia!
Com uma oferta de R$ 300,00, também, você receberá o Kit poderoso com óleo ungido e consagrado por pastores, curso teológico com diploma de doutor.
Está pensando que é invenção ou "pegadinha" do NOTICIAS GOSPEL? Assista o video abaixo e tire as suas conclusões.

Já está confirmado o nome do pastor luterano e ex-ativista de direitos humanos da Alemanha Oriental, Joachim Gauck, para o cargo de presidente da Alemanha, após a renúncia de Christian Wulff por causa de uma investigação sobre corrupção.

A premiê Ângela Merkel tinha 30 dias para anunciar um sucessor, mas precisou de somente dois para conseguir a indicação por meio de um consenso entre o partido do governo e a oposição, que foram unânimes na escolha de Gauck.
O ex-presidente Christian Wulff deixou o cargo após ser descoberto ao tentar impedir um jornal de publicar uma reportagem constrangedora a respeito de um empréstimo imobiliário subsidiado. Apesar de dizer não ter feito nada de ilegal, acabou renunciando, alegando que não poderia seguir sem a confiança da população alemã.
O escândalo começou quando surgiu a notícia de que ele havia deixado no mês de dezembro um recado telefônico ao editor do jornal mais vendido da Alemanha, o Bild, com ameaças e coações caso o tabloide publicasse uma reportagem sobre o empréstimo.
Merkel apontou Joachim Gauck como “professor de democracia”. Ele goza de grande popularidade no País e os partidos cristãos(CDU/CSU) e seu aliado liberal FDP, além do Partido Social Democrata e os Verdes já mostravam a tendência de escolher seu nome para ocupar o cargo a partir de uma ampla maioria na bancada.
Gauck se disse “entusiasmado e um pouco perplexo” com a notícia de sua escolha para o cargo de mais alto representante do Estado alemão. Recusando-se a receber louvores antecipadamente, ele afirmou que o mais importante foi a confiança conferida a ele por Merkel e os outros partidos.
Gauck é natural do Leste Alemão e Teólogo por formação. Foi ainda ativista dos direitos civis na antiga Alemanha comunista, segundo a rede de TV alemã Deutsche Welle.


Read more: http://www.internautasdecristo.com.br/pastor-luterano-e-o-novo-presidente-da-alemanha/#ixzz1nhHYKwAn

Brasil é a segunda maior força missionária do mundo

Brasil é a segunda maior força missionária do mundo
Na década de 1980, o Brasil passou a ser chamado de “celeiro de missões” por estudiosos que percebiam o potencial do país. Juntamente com outras nações emergentes, foi chamado de NPE (Novo País Enviador) juntamente com países como Coréia do Sul, Cingapura e Filipinas.

De acordo com Todd Johnson, diretor do Centro para o Estudo do Cristianismo Global do Seminário Teológico Gordon-Conwell , que estuda o avanço do cristianismo, o Brasil já se tornou o segundo país que mais envia missionários para o exterior.

Dos 400.000 missionários globais enviados para países estrangeiros em 2010, o Brasil enviou 34.000. Ficou apenas atrás dos Estados Unidos, que enviou 127.000.

As estatísticas foram apresentadas por Todd Johnson este mês. Curiosamente, apesar de os Estados Unidos serem o país que mais envia missionários ao exterior, também é o país que mais recebe missionários estrangeiros. Cerca de 32.400 obreiros cristãos foram enviados para lá e a maioria veio justamente do Brasil.

O crescimento no envolvimento missionário do Brasil está relacionado com a “explosão” dos evangélicos nos últimos 30 anos. O país tem a segunda maior população protestante do mundo. Também abriga um grande número de organizações missionárias. A maior atualmente é a JOCUM (Jovens Com Uma Missão) que tem 16.000 missionários trabalhando em cerca de 150 países.

A história missionária moderna começou na Inglaterra, em 1972, quando William Carrey foi para a Índia. Duas décadas depois, Adoniram Judson e sua esposa Ann Hasseltine Judson chegaram a Mianmar (antiga Birmânia). No Brasil, os primeiros missionários enviados para o exterior foram para Portugal, cerca de 1o0 anos atrás.

De acordo com Dana Robert, autor do livro “Missão cristã: Como o cristianismo se tornou uma religião mundial”, até o ano 2000 cerca de dois terços dos cristãos eram originários de países onde os missionários ocidentais trabalharam um século antes.

Robert acrescentou que nas últimas décadas houve uma explosão de interesse no trabalho missionário entre os cristãos da Ásia, África e América Latina.

O autor acredita que o trabalho voluntário missionário aumentou devido à globalização das comunicações e transportes, e através do que agora pode ser feito pela Internet. “Hoje, alguém sentado em casa com um computador e conexão à Internet pode praticamente se definir como missionário”, disse Robert. 

sobre a fé cristã do presidente americano Barack Obama

O pastor Franklin Graham levantou dúvidas sobre a fé cristã do presidente americano Barack Obama
Em uma participação recente no Talk Show “Morning Joe” da rede de televisão MSNBC, o reverendo Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham, questionou a fé de Barack Obama, ao ser perguntado se o presidente americano é cristão.
“Você tem que perguntar a ele. Eu não posso responder a essa pergunta para qualquer um. Tudo que sei é que eu sou um pecador, e que Deus perdoou os meus pecados”, afirmou Graham, que dizendo não ter certeza se o presidente é cristão completou afirmando que “você tem que perguntar a cada pessoa. Ele disse que é um cristão, então eu tenho que acreditar que ele seja”.
O presidente da Associação Evangelística Billy Graham disse ainda que não há “nenhuma dúvida” de que o candidato presidencial republicano Rick Santorum seja um homem de fé. Ele foi questionado ainda se o também candidato Mitt Romney seria cristão. Evitando uma resposta mais direta o religioso afirmou que Romney “é um mórmon” e que “a maioria dos cristãos não reconhecem o mormonismo como parte da fé cristã”.
Graham afirmou ainda que o presidente americano começou a frequentar a igreja por pressão dos grupos comunitários de Chicago, que disseram que ele precisava fazer isso para trabalhar com eles: “Você tem que ir, por que uma pessoa diz como vive sua vida e a que igreja vai. São eles frequentadores fiéis da Igreja? Ou será que eles apenas vão quando as câmeras estão sobre eles?”, questionou.
O religioso ressaltou ainda o fato do pai de Barack Obama ser muçulmano, de acordo com ele “sob a lei islâmica, o mundo muçulmano vê Barack Obama como um muçulmano”. Graham demonstrou também suas preocupações sobre a dedicação do presidente para os cristãos que vivem em países muçulmanos, dizendo que o Islã teve um “passe livre” sob a administração Obama.
“O presidente Obama parece mais preocupado com os muçulmanos do mundo do que com os cristãos que estão sendo mortos em países muçulmanos. Isso é o que me incomoda”, concluiu.

Marisa Lobo rejeita determinação do Conselho de Psicologia e reafirma que não vai negar sua fé

Marisa Lobo rejeita determinação do Conselho de Psicologia e reafirma que não vai negar sua fé
Após terminar, na última sexta-feira (24), o prazo imposto pelo Conselho Regional de Psicologia do estado do Paraná (CRP/PR), à psicóloga Marisa Lobo, para que ela retirasse das redes sociais todas as menções à sua fé cristã, ela afirmou que nunca negará sua fé em Cristo.
A psicóloga recebeu no dia 09 de fevereiro uma determinação do CRP obrigando-a a retirar, em 15 dias, todo conteúdo de seu blog e Twitter que vincule sua profissão a posicionamentos religiosos, sob pena de perder seu registro profissional no conselho caso não acatasse a decisão. A determinação foi fruto de uma denúncia feita por um grupo de ativistas de um movimento gay contra a psicóloga.
A decisão do conselho foi repudiada por diversos parlamentares evangélicos, como o pastor e deputado federal Marco Feliciano, o senador Magno Malta, o deputado João Campos, que é presidente da Frente Parlamentar Evangélica, e o deputado Roberto de Lucena. Os parlamentares manifestaram apoio à psicóloga, e Feliciano classificou o caso como perseguição religiosa.
Não acatando a ordem do conselho profissional, Marisa Lobo Redigiu um documento de 3 páginas contendo sua defesa contra a determinação. Nesse documento, publicado também em seu blog, ela reafirma sua fé e lembra seu direito constitucional de professar publicamente sua convicção religiosa. Marisa citou em sua defesa o inciso VI do artigo 5º da Constituição Federal, que garante ser “inviolável a liberdade de consciência e de crença”, ela citou ainda a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário, que também garante o direito à liberdade religiosa.
Ela afirmou ainda que não vai acatar a decisão de retirar da internet conteúdos que vinculem a psicologia a sua fé, e escreveu: “não nego minha fé, não nego meu Deus, não nego meu Jesus, pois creio ser Ele o únicoSalvador da minha vida”.
“Pode este conselho tomar as devidas providências quanto ao meu caso que lhe convier, quanto a mim lutarei pelos meus direitos, crendo na sociedade, crendo no parlamento, crendo na justiça do homem, na constituição do meu país e crendo principalmente no Deus que sirvo que me dará a vitória”, concluiu a psicóloga, que terminou o documento dizendo: “Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor. Tenho orgulho de ser cristã”.

Bíblia com mais de 1500 anos é encontrada na Turquia

Bíblia com mais de 1500 anos é encontrada na Turquia
Já encontra-se no museu de Ankara, na Turquia, um exemplar daBíblia Sagrada que tem mais de 1.500 anos. O Livro Sagrado foi encontrado depois que a polícia conseguiu desfazer uma rede de vendas ilegais de antiguidades em 2000 e permaneceu em um cofre até ser entregue ao museu.

Agora esta é uma das Bíblias mais antigas do mundo e está escrita em aramaico. Dá para ler as palavras com clareza, mesmo com as folhas escurecidas com o tempo. Isso é possível graças ao material usado para escrever essa Bíblia, toda feita em couro especial.

Os peritos que analisaram o livro disseram que ele é inteiramente original e que está avaliado em torno de 20 milhões de euros. A escrita remete ao dialeto siríaco falado na época de Jesus Cristo, fato que dá mais valor e autenticidade ao achado.

Muitas pessoas acreditam que se trata do evangelho de Barnabé, um livro controverso que contradiz o Novo Testamento fazendo com que o discurso se aproxime mais da religião islâmica que do cristianismo. Para saber qual a mensagem dessa Bíblia tão antiga o Vaticano pediu às autoridades turcas para que pudessem analisar os textos.

Tal exemplar foi declarado como patrimônio cultural podendo ser exposto ao público no Museu Etnográfico de Ankara.

Assista:


Perseguição aos cristãos hoje em dia é a maior da história, afirma pastor egípcio

Perseguição aos cristãos hoje em dia é a maior da história, afirma pastor egípcio
O pastor Michael Youssef, fundador e presidente do ministério Leading The Way, afirmou durante a convenção da Associação Norte-americana de Mídia Religiosa, no Tennesse, que nada deve impedir que os evangélicos compartilhem o Evangelho.

Além de mencionar a crise econômica em vários países, o que prejudicou o envio de novos missionários, ele também falou sobre os países que sofrem com grande perseguição aos cristãos.

Além de ser o fundador e atual pastor da Igreja dos Apóstolos, em Atlanta, Geórgia, Youssef possui um programa de televisão semanal e programas diários de rádio, transmitidos em 20 línguas e atingindo cerca de 200 países.

Youssef enfatizou que “o esforço atual para apoiar a missão global não é suficiente”. Segundo ele, os evangélicos precisam simplesmente sair de sua “zona de conforto” e passar a realmente seguir os ensinamentos bíblicos.

Nascido no Egito, sua família passou pelo Líbano e Austrália antes de chegar aos Estados Unidos no início da década de 1980. Ele diz saber como é a vida em um país onde é proibido adorar a Jesus.
“Quando o povo de Deus se recusa a sair dessa ‘zona de conforto’’, as consequências são trágicas”, disse o pastor, citando vários exemplos históricos. Depois, fez uma declaração polêmica “Os cristãos de hoje são os mais perseguidos da história, exceto quando comparado aos do primeiro século”.

O pastor Youssef disse que existem relatórios vindos de todo o mundo contando sobre o aumento da perseguição em lugares como Iraque, Indonésia, Paquistão, Egito, Irã, Afeganistão, China, Índia e Coréia do Norte. Muitos especialistas afirmam que todos estes países viveram uma repressão crescente sobre as minorias religiosas nos últimos anos.

“Neste momento crítico na história, temos uma escolha”, disse Youssef ”Vamos olhar só para os nossos problemas, manter o foco nas coisas físicas? Na nossa economia? Tentar agradar a nossa sociedade? Tentar nos acomodar aos caprichos culturais? Ou vamos levar o mandamento de Jesus a sério? O tempo para desculpas acabou!”, declarou, sob aplausos dos presentes.

Ele não deixou de mencionar que muitas igrejas de hoje usam seu espaço na rádio e televisão só para prometerem bens materiais e cura, deixando de lado a mensagem da cruz.

Antes de terminar sua fala, também criticou o presidente dos EUA, Barack Obama e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, por tentaram afirmar publicamente que o Islã é não é uma religião violenta.

“Esta é uma propaganda a que estamos subjugados pela mídia”, finalizou Youssef. “Os meios de comunicação cristãos precisam se levantar contra a falsa ideia que o Islã não ensina a violência. Isso é cada vez mais comum, principalmente nos meios de comunicação seculares”.

Esta semana, o jurista brasileiro Ives Gandra da Silva Martins chamou atenção exatamente para essa questão. “Os ataques terroristas contra cristãos na África, Oriente próximo e Ásia cresceram 309% de 2003 a 2010… As notícias sobre esta “Cristofobia islâmica” são desconhecidas no país, com notas reduzidas sobre atentados contra os cristãos, nos principais jornais que aqui circulam”, disse ele, criticando a imprensa brasileira. 

Melhor boxeador do mundo pode se aposentar: Deus não quer que ele machuque as pessoas

Melhor boxeador do mundo pode se aposentar: Deus não quer que ele machuque as pessoas
Mesmo sendo o melhor boxeador do mundo Emmanuel Dapidran Pacquiao pretende abandonar o esporte devido a sua fé. O filipino é cristão, mas pediu para que seu treinador, Freddie Roach, dissesse em entrevista para a ESPN que “Deus não quer que ele machuque outras pessoas”.

De acordo com as afirmações de Roach o filipino não se sente bem golpeando seus oponentes. Ele venceu as últimas 15 lutas, mesmo tendo desmaiado em um dos treinos por estar passando por diversos problemas que o distraíram.

O treinador disse que Manny sempre foi uma pessoa compassiva e que agora passou a dizer que não quer mais lutar para não machucar as pessoas. Ele tem seis títulos mundiais e foi o primeiro lutador de boxe a vencer um campeonato em quatro categorias de pesos diferentes.

Ele é o campeão mundial da WBO e mesmo com tanto sucesso está disposto a largar a carreira para não desagradar a Deus. Pacquiao é admirador de outro asiático, Jeremy Lin, que é jogador do time de basquete New York Knicks que também é cristão.

Lin disse que aprendeu a jogar para a glória de Deus ao ser incentivado por seus pais. “Eu comecei a aprender o que significa jogar para a glória de Deus. Meus pais tinham falado muitas vezes sobre isso e me disse que eu deveria jogar para a glória de Deus. Eu comecei a aprender a confiar nele, e não se concentrar tanto sobre se eu ganhar ou perder, mas tenho fé que Deus tem um plano perfeito”, diz Lin.

Eles devem se encontrar nos próximos dias quando o  boxeador participará de um evento promovido pela Nike. Manny além de ter um papel importante no esporte também atua na política, sendo um dos representantes do Congresso das Filipinas, eleito em maio de 2010. 

Piragine Convoca Batistas Para 100 Dias De Oração

Como presidente da Convenção Batista Brasileira, desafio cada batista a ser luz para transformar aqueles que estão em trevas. Nosso desafio é que 1.432.000 batistas espalhados por todo o Brasil participem dos 100 dias de oração – orando pela salvação das pessoas, restauração de famílias e no mês de julho, teremos 100.000 batistas nas ruas do Brasil falando que a luz chegou, Jesus está vivo e ele transforma. Se orarmos, tenho certeza de que veremos a glória de Deus neste país.

Preciso que você se envolva nesta campanha, precisamos que as igrejas estejam se reunindo em pequenas reuniões de oração durante estes 100 dias. Queremos que haja vigília de oração; que uma vez na semana, na sua casa, se reúna com sua família e ali trabalhe a restauração sua e de seus filhos, orando uns pelos outros. E que você se disponha, no mês de julho, a sair às ruas para anunciar que a luz de Deus está brilhando através da sua vida.

Você pode fazer parte disso. 

Você talvez se sinta uma luzinha como o led de um celular, mas quero dizer para você que você é tremendo, porque as trevas não resistem à luz de Deus que brilha na sua vida. 

Caminhe conosco em oração: 100 dias de oração, 100 mil batistas nas ruas falando da graça do Senhor Jesus. Que Deus abençoe você e nós veremos os efeitos daquilo que Deus fará em nosso meio.

Pr. Paschoal Piragine Jr
Presidente da CBB

Ex-Dançarina Do É O Tchan Vira Missionária

Depois que largou o É o Tchan, no auge do sucesso, em 1996, e fracassou na carreira como cantora de axé, Débora Brasil está de volta aos palcos. As roupas curtas deram lugar as saias longas e ternos, e a dança cheia de insinuações virou uma performance contida, em clima de "adoração". Assim como algumas outras personalidades midiáticas, a ex-dançarina teve a música gospel como destino, ou "missão", como ela mesma afirma. Há 8 anos, convertida à igreja Missão Mundial do Trono de Deus, Débora diz ter preenchido o vazio existente.
"Durante certo tempo, senti falta de algo que me preenchesse e acabei entrando em depressão por isso. Até conhecer Jesus", diz a ex-morena do É o tchan, ao jornal Extra.
 
A nova fase veio acompanhada de novas oportunidades. Débora hoje é cantora gospel (ela se prepara para gravar seu próprio CD) e viaja pelo Brasil "pregando a palavra". Hoje, ao se considerar uma "pessoa melhor", diz não se arrepender do tempo em que dividiu os palcos com Beto Jamaica (com quem teve um relacionamento conturbado de cinco anos), Cumpadre Washington, Jacaré e Carla Perez (a única com quem mantém contato).
 
"Não fiz nada que prejudicasse a minha integridade, mas foi um círculo que se fechou e que não sinto falta", explica ela ao jornal.
 
Morando em Salvador e "aguardando a providência divina" quando o assunto é amor, recentemente, Débora gravou um DVD ao lado de outros cantores gospel, que, por sinal, também são proveniente da música "profana" baiana, como Ivan Dias (ex-vocalista da banda Laranja mecânica). Da época do Tchan, um único aprendizado.
 
"O dinheiro, a fama e o sucesso passam. O que fica é a glória divina. Hoje sou completa", conclui.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Há 466 anos morria Martinho Lutero, que deixava registradas suas últimas palavras

Há 466 anos morria Martinho Lutero, que deixava registradas suas últimas palavras
No último dia 18 o mundo inteiro se lembrou de Martinho Lutero. A data marca 466 anos da morte do sacerdote agostiniano e professor de teologia que é considerado a figura central da Reforma Protestante.
Lutero morreu aos 62 anos de idade, no dia 18 de fevereiro de 1546, em sua cidade natal, Eisleben, para onde havia ido, apesar de doente, para ajudar a resolver um conflito entre os condes de Mansfeld. Vitimado por um derrame ou um ataque cardíaco (não há consenso sobre a causa real de sua morte), o religioso faleceu na madrugada do dia 18, tendo ainda a oportunidade de responder positivamente a seus companheiros de viagem, Justus Jonas e Michael Coelius, quando esses lhe perguntaram se ele estava preparado para morrer acreditando no Senhor Jesus Cristo e confessando a doutrina que ele próprio havia ensinado.
Os relatos afirmam que antes de ir se deitar na noite do dia 17 Lutero citou o versículo que era considerado, em sua época, como a oração daqueles que estavam morrendo, o Salmo 31:5, que diz: “Nas tuas mãos encomendo o meu espírito, tu me redimiste Senhor, Deus da verdade”.
Após ter sido sepultado na catedral de Wittenberg, a mesma em cuja porta havia afixado suas 95 teses 29 anos antes, foi encontrado em seus pertences aquelas que são consideradas suas últimas palavras. O papel encontrado trazia uma nota escrita em latim, com exceção do trecho “Nós somos mendigos”, que estava escrito em alemão. Leia a tradução da nota em sua íntegra:
“Ninguém pode compreender Virgílio nas suas Bucólicas e Geórgicas a não ser que primeiro tenha sido pastor ou lavrador por 5 anos.
Ninguém compreende Cícero nas suas cartas a não ser que tenha se envolvido com negócios públicos de alguma importância por 20 anos.
Que ninguém suponha que já saboreou as Escrituras suficientemente a não ser que tenha governado sobre as igrejas por 100 anos com os profetas. Portanto, existe algo maravilhoso, primeiro, sobre João Batista; segundo, sobre Cristo; terceiro sobre os apóstolos. Não toquem com a sua mão nessa divina Eneida, mas se prostrem diante dos seus vestígios, em adoração.
Nós somos mendigos. Esta é a verdade.”

Pesquisador afirma que descobertas científicas da NASA confirmam profecias bíblicas

Pesquisador afirma que descobertas científicas da NASA confirmam profecias bíblicas
O pesquisador e escritor J. Paul Hutchins está prestes a publicar o livro “Hubble Reveals Creation by an Awe-Inspiring Power (Hubble revela a criação feita por um poder inspirador, em tradução livre), fazendo alusões às descobertas feitas pelo telescópio que foi lançado pela National Aeronautics and Space Administration (NASA) em 1990 para pesquisas espaciais, e comparando-as aos escritos do Mar Morto, descobertos entre 1947 e 1956.
Os escritos do Mar Morto são pergaminhos que foram encontrados em cavernas e que contém materiais divididos em duas categorias, bíblicas e não-bíblicas, e que os conteúdos, escritos em hebraico, aramaico e grego, falam sobre as leis da época em que foram escritos, condutas de guerra, salmos de agradecimento, bênçãos, textos de liturgia, conhecimento, composições de hinos, e também profecias atribuídas a Ezequiel, Jeremias e Daniel, que não estão na Bíblia.
Em seu livro, Hutchins também faz menção a passagens do livro de Isaías, afirmando que as descobertas do telescópio Hubble apenas “confirmam uma antiga profecia sobre o universo”.

Em sua análise das informações coletadas pela NASA (que utiliza ao longo de 20 anos o telescópio Hubble) sobre a formação do universo, o escritor afirma que elas estão diretamente relacionadas à passagem do livro de Isaías, datada de 732 a. C., sobre a fonte de energia inimaginável por trás da criação. “A quem, pois, me fareis semelhante, para que eu lhe seja igual? diz o Santo. Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará”, diz a profecia do capítulo 40, versículos 25 e 26 do livro de Isaías.
Segundo o The Christian Post, o escritor afirma que a descrição de Isaías a respeito da fonte do universo coincide com os dados coletados pelo telescópio Hubble, e exemplifica usando como ilustração a galáxia do Sombrero, que no seu centro exibe um brilho semelhante ao brilho de oitocentos bilhões de estrelas do tamanho do Sol.

Pastor de mega-igreja escolhe passar férias como mendigo para “entender e sentir a dor” dos sem-teto

Pastor de mega-igreja escolhe passar férias como mendigo para “entender e sentir a dor” dos sem-teto
Um pastor de uma mega-igreja dos Estados Unidos, localizada na cidade de Wayne, em New Jersey, decidiu usar suas férias para conhecer a rotina e a dor dos moradores de rua, ao invés de viajar com a família.
Thomas Keinath, pastor da “Calvary Temple” (em tradução livre, Templo Calvário), que reúne duas mil pessoas a cada culto dominical e que fica em um bairro rico da cidade, chocou os membros com sua decisão de passar uma semana nas ruas, mas justificou-se afirmando ter necessidade de conhecer o problema realmente: “Como eu poderia levar ajuda ou cura para as ruas se eu não sabia quais são as necessidades dessas pessoas?”, questionou Thomas.
Durante o período que ficou como morador de rua, o pastor foi visto vagando pelas ruas e junto de grupos de sem tetos que montavam fogueiras em tonéis para se aquecer e proteger-se do frio intenso. “Eu precisava entender o que eles estavam passando, eu precisava sentir a sua dor”, explica o pastor.
Das pessoas que conheceu na rua, aproximadamente 50, passou a escrever a história de cada um, conforme os relatos que faziam sobre suas vidas. O pastor afirma que fez isso para não se esquecer das histórias que viu e viveu nesse período. “Não havia uma pessoa sequer , seja sem teto ou tóxico dependente, que abertamente rejeitou a esperança que eu estava tentando oferecer”, afirmou.
Em um sermão, após sua “volta” das ruas, o pastor Thomas afirmou que “as pessoas têm de saber que vocês [cristãos] realmente se preocupam com elas. Isso é parte do que somos como crentes no Senhor. Minha identificação com eles derrubou muitas barreiras”, mostrando que teve maior facilidade de ouvir e ser ouvido pelos sem-teto.
Agora, segundo informações do site da igreja, o pastor Thomas Keinath quer mobilizar toda sua congregação e também igrejas de outras cidades para montar uma estratégia de ajuda aos moradores de rua a longo prazo, fugindo do habitual “tome um pouco de dinheiro ou comida e não me perturbe mais”.
Após as férias nas ruas, o pastor organizou um sistema de transporte para os mendigos que desejam participar dos cultos. As vans da igreja buscam e levam os interessados. Para Thomas, isso é apenas o início do trabalho, pois ele pretende construir uma instituição de ajuda, para “abrigar os sem-teto e ao mesmo tempo ajudá-los a recuperar-se, inclusive dos vícios em álcool ou drogas”, seguindo o exemplo dos cristãos de Cesareia, que durante uma epidemia no quarto século, ajudaram os doentes e moribundos, fazendo curativos e oferecendo comida. “Eu sinto como se Deus estivesse dizendo: ‘Voltem para suas raízes. Volte para onde as pessoas estão sofrendo hoje’”, explica o pastor.
Fonte: Gospel+

Marlene Mattos faz oração de conversão na igreja liderada pelo pastor Marcos Pereira

Marlene Mattos faz oração de conversão na igreja liderada pelo pastor Marcos Pereira
A produtora de TV e ex-empresária da apresentadora Xuxa, Marlene Mattos, participou no final de dezembro de um culto na igreja “Assembleia de Deus dos Últimos Dias” (ADUD), liderada pelo pastor Marcos Pereira.
O ex-pagodeiro Waguinho foi quem fez a apresentação de Marlene Mattos durante o culto. Na ocasião, ele a agradeceu por ter aberto portas para sua carreira artística. Waguinho, que agora é missionário da igreja, ressaltou a importância da produtora em sua carreira: “Graças a Deus hoje estou aqui, sou missionário e cantor evangélico, mas jamais poderia deixar de agradecer a Deus pela carreira que eu tive na música popular, e você foi uma grande responsável por isso tudo”, disse o cantor.
O pastor Pereira relatou ter feito, há muito tempo atrás, uma oração pela vida de Marlene nos estúdios da Globo, quando, segundo ele, teria afirmado que um dia a veria cheia do Espírito Santo. Além de Waguinho e do pastor, uma cantora da igreja também falou diretamente com a produtora durante o culto. Marlene fez ainda uma oração de conversão, e assistiu, após uma oração coletiva, ao exorcismo feito por Pereira em um rapaz.
De acordo com biografia disponível em seu site, Pereira se converteu em 1989 durante um culto de Silas Malafaia. Em 1990 ele já era presidente da ADUD, eviniciou o ministério que lhe rendeu fama no extinto presídio de segurança máxima, na Ilha Grande (RJ) e, em seguida, em diversas penitenciárias e centros de detenção do Rio de Janeiro. O pastor contava com o respeito das autoridades da área de segurança do estado do Rio de Janeiro, tendo sido chamado em certa ocasião pelo então governador Antony Garotinho para participar da mediação de uma rebelião na Casa de Custódia, centro de detenção na cidade do Rio de Janeiro.
Porém, seu ministério começou realmente a chamar atenção na mídia por causa de imagens de supostos exorcismos realizados com presos, que ganharam a imprensa. O pastor ficou conhecido também por causa da rígida doutrina adotada na ADUD, que proíbe seus membros de vestirem roupas que marcam o corpo, de criar animais e plantas em suas casas, e até mesmo de beber coca-cola.
Veja o vídeo completo:

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Prática do jejum proporciona vida mais longa e mais saudável, diz estudo

jejum-210x155

Segundo um estudo publicado pelo National Institute on Ageing [Instituto Nacional de Estudos do Envelhecimento] localizado em Baltimore, Estados Unidos, o jejum além de ajudar a perder peso dá um “impulso extra” ao cérebro.


Com a alternância, a pessoa poderia sentir os benefícios do “jejum mínimo”, que equivale a consumir alguns legumes e chá, jejuando duas ou três vezes por semana. “Reduzir o consumo de calorias poderia ajudar o cérebro. Porém, fazer isso apenas diminuindo o consumo de alimentos pode não ser a melhor opção. O melhor seria alternar períodos de jejum, onde se ingere praticamente nada, com períodos em que pode-se comer o quanto quiser”, disse Mattson.
Mark Mattson, líder do laboratório de neurociências do Instituto, afirmou durante o encontro da Associação Americana para o Avanço da Ciência, que seria suficiente reduzir o consumo diário para 500 calorias. Uma pessoa normalmente consome cerca de 2000 calorias por dia.
A maior ênfase da pesquisa foi mostrar que a prática constante do jejuar gera um maior desenvolvimento de novas células cerebrais que são mais resistentes ao stress, protegendo o cérebro de doenças como mal de Parkinson e Alzheimer e os AVCs.
O National Institute of Ageing chegou a essas conclusões usando cobaias. Alguns animais receberam o mínimo de calorias em dias alternados. Eles viveram duas vezes mais que os animais que se alimentaram normalmente.
Mattson acredita que os mamíferos que comem em dias alternados ficam mais sensíveis à insulina, hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue. Por isso, precisavam produzir uma quantidade menor da substância. Os altos níveis de insulina, por sua vez, são associados a uma diminuição da função cerebral e maior risco de diabetes.
Outros benefícios do jejum incluem melhorar a regulação da glicose, que protege o corpo contra o diabetes, e diminuir a pressão sanguínea.
“Quando expostos a uma leve tensão, as células do corpo acham que isso vai acontecer novamente. Assim, a célula irá preparar-se para um momento de tensão quando ocorre a falta de comida”, disse o doutor Mattson.
Ele enfatiza que sua teoria é comprovada por estudos com humanos que praticam o jejum. Um dos outros benefício seria uma maior resistência contra a asma.
Sua equipe de pesquisadores passa agora a estudar o impacto do jejum no cérebro fazendo uso de ressonância magnética e outras técnicas.
Curiosamente, a Bíblia fala sobre um tipo de jejum parecido com o que foi apresentado pelos cientistas. No Livro de Daniel há um relato sobre reduzir a alimentação a água e legumes. No Novo Testamento, o jejum é visto como um prática que devia ser rotineira para os cristãos como um exercício espiritual, acompanhado da oração.