Digital clock

terça-feira, 26 de junho de 2012

0 Alunos de escolas municipais terão disciplinas de 4 religiões

segundo matéria publicada neste sábado (23) pelo jornal O Globo, alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental de 80 escolas da rede municipal do Rio de Janeiro terão aulas, a partir do segundo semestre deste ano, de quatro religiões: católica, evangélica, espírita e afro-brasileiras.
Noticias Gospel - Alunos de escolas municipais terão disciplinas de 4 religiões
Noticias Gospel – Alunos de escolas municipais terão disciplinas de 4 religiões
A prefeitura já realizou concurso para a contratação de 100 professores de religião. O modelo será confessional, ou seja, voltado para cada credo. Até o momento, serão 45 docentes católicos, 35 evangélicos, dez espíritas e dez de religiões afro-brasileiras. Apenas os estudantes cujos pais deram autorização, durante a pré-matrícula, terão um tempo de aula por semana da disciplina. Para as outras crianças, haverá “educação para valores” (apresentação de temas ligados à ética e à cidadania) durante o período vago.
A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação é consequência de uma lei, proposta pelo próprio Executivo, aprovada em outubro do ano passado pela Câmara e sancionada logo em seguida pelo prefeito Eduardo Paes. O texto criou a categoria de professor de ensino religioso nos quadros da rede, abrindo a possibilidade de concurso para até 600 docentes. A regra estabelece que os profissionais contratados “devem ser credenciados pela autoridade religiosa competente, que exigirá formação obtida em instituição por ela mantida ou reconhecida”. É exigido ainda nível superior com licenciatura plena, sem especificação de disciplina.
Supremo Tribunal Federal
O tema do ensino religioso também está sendo discutido no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Em 2010, a Procuradoria Geral da República entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a União e o Congresso, que ratificaram, através de decreto, o texto de um acordo firmado no governo Lula com a Santa Sé, dizendo que “o ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários das escolas públicas de ensino fundamental”.
Defesa de religiosos
O bispo auxiliar e referencial para ensino religioso da Arquidiocese do Rio, dom Nelson Francelino Ferreira defendeu o modelo que está sendo implementado no município. Para ele a educação tem que estar voltada para o desenvolvimento integral do ser humano.
Já o coordenador do Observatório da Laicidade do Estado, da UFRJ, Luiz Antônio Cunha, é contra o ensino religioso confessional. Pra ele há uma espécie de desistência do Estado de assumir suas atividades pedagógicas ao transferi-las para instituições religiosas. “Os professores das escolas públicas são pagos por todo o povo, através de impostos, inclusive daquelas pessoas que não têm religião”.
Para o reverendo Daniel Rangel, da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, a medida da prefeitura vai ajudar a sociedade carioca a aceitar melhor a pluralidade de religiões. “Acho positivo, porque vai ensinar às crianças não apenas valores éticos ligados à sociedade civil, mas à religião. Vai ser uma oportunidade de a sociedade do Rio aprender a se relacionar com a pluralidade religiosa”.
Pela primeira redação da Lei de Diretrizes e Bases, que criou em 1996 as normas atuais da educação, o ensino religioso não poderia trazer ônus aos cofres públicos. Ou seja, a contratação de professores, por exemplo, era vedada. Em 1997, esse artigo foi retirado. Ficou determinado que estados e municípios estabelecessem suas normas, “assegurado o respeito à diversidade cultural e religiosa”.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

CTMDT disponibiliza novo álbum para download gratuito

CTMDT disponibiliza novo álbum para download gratuito
As novas canções do Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT) já estão disponíveis para download gratuito através do site www.ctmdt.com.

O trabalho recebeu o nome de “Tu és Tudo para Mim” e foi gravado ao vivo, com canções de louvor e adoração interpretadas pelos alunos do centro de treinamento que prepara os participantes não só musicalmente como também espiritualmente.

Da gravação para esse lançamento o grupo pode se ver dependendo apenas da manifestação de Deus, pois a pós-produção demorou muito para ser finalizada deixando os integrantes do grupo bastante temerosos. “No entanto, estamos certos de que o atraso foi apenas no nosso cronograma, pois na agenda de Deus a data era outra, nós é que demoramos a entender isso. O Senhor preparou tudo para que o lançamento acontecesse quando e como Ele queria”, diz trecho do texto enviado à imprensa.

A Quartel Design desenvolveu o site exclusivo do CTMDT e durante o processo de download das músicas os internautas poderão realizar doações para o ministério, mas não é obrigatório. “Aqueles que desejarem terão a oportunidade de ofertar generosamente para que novos projetos sejam produzidos. Qualquer valor representa algo”, afirma o pastor Clay Peterson.

Em breve também estarão disponível os kits de ensaio, vídeo aulas, partituras, cifras e play backs. Todo esse material tem como objetivo prestar um apoio ao músicos das igrejas de todo o Brasil e também de outros países do mundo.

Ahmadinejad cita Jesus Cristo e fala de nova ordem mundial no Rio+20

Ahmadinejad cita Jesus Cristo e fala de nova ordem mundial no Rio+20
O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad fez um pronunciamento bastante curioso na plenária da reunião de Cúpula da Rio+20 nesta quarta-feira (20) no Rio de Janeiro ao citar Jesus Cristo.

“A figura do ser humano perfeito deve emergir junto de Jesus Cristo”, disse ele que fez críticas contra os países desenvolvidos e contra a própria ONU.

Ele acredita que esse “pequeno grupo de países” ricos impõe padrões de consumo e comportamento forçando os mais pobres a seguir seus passos. “Isso tem a ver com uma ordem injusta imposta por nações que pretendem manter a hegemonia sobre o mundo”, disse.

Ahmadinejad profetiza também uma nova ordem internacional já que a ordem atual está em colapso. Após o colapso da antiga ordem, a repetição de erros é imperdoável. Uma nova ordem deve ser estabelecida por líderes de boa-fé e esse dia está chegando.

Nessa reunião que diversos representantes de lideranças mundiais discutem sobre Desenvolvimento Sustentável, Ahmadineaj falou sobre a importância de trabalhar em conjunto com outros países para melhorar a situação atual.

Todas as nações e todos governos eleitos democraticamente devem participar, construtivamente, com compromissos, no gerenciamento do mundo baseado em compaixão, disse.

Detalhe do anúncio da Confederação Israelita do Brasil que circula hoje nos jornais brasileiros

Com informações Veja.com

Cristãos fazem orações por ateu que pede na justiça para fazer um suicídio assistido

Cristãos fazem orações por ateu que pede na justiça para fazer um suicídio assistido
Depois de sofrer um AVC em 2006, o britânico Tony Nicklinson teve como consequência uma rara condição médica conhecida como “Síndrome do Encarceramento”, tendo perdido todas as capacidades de movimento, mas com seu cérebro continuando intacto.
Mesmo plenamente consciente, o britânico não consegue mais controlar ser corpo, que não responde a nenhuma ordem cerebral. Apenas seus olhos respondem aso estímulos cerebrais. Por isso Nicklinson começou a utilizar um sistema de alta tecnologia, que lê os movimentos de seus olhos, para se comunicar.
Através das breves mensagens do Twitter, o britânico se comunica com cerca de 15 mil seguidores na internet. E através da rede social, em seu perfil @TonyNicklinson, ele fala de seu desejo de fazer um suicido assistido.
Ele luta há anos na justiça para obter a permissão para programar sua própria morte, e no início deste ano, o pai de dois filhos e morador de Wiltshire, ganhou o direito de pedir a um tribunal que autorize um médico a ajudá-lo a acabar com a sua própria vida. Aguardando a decisão judicial, ele afirma que o derrame cerebral acabou com os seus sonhos e com a sua vontade de viver.
Entre as centenas de mensagens de apoio que ele recebe, surgiram cristãos que decidiram pedir que ele não se suicide. Muitos falam sobre o amor de Deus, e algumas pessoas dizem orar pela sua cura, enquanto outras o lembram de que ele não deve perder a esperança.
Em resposta a manifestação desse desejo, uma pessoa escreveu para Nicklinson: “Eu acredito em milagres e pedirei por você a Deus que vai curá-lo um dia. Deus te abençoe, Ele te ama muito…”, e uma outra disse: “Eu acho que você tem o direito de fazer o que deseja, mas eu gostaria que você soubesse quantos de nós realmente se importam”.
A resposta para esses apelos foi: “As pessoas querem saber se eu vou mudar de ideia por causa do Twitter, vamos ouvir o primeiro julgamento e talvez eu possa dizer”.
Em uma entrevista ao jornal The Independent, Nicklinson disse qual sua real opinião sobre o assunto e as mensagens que recebe. “Eu acredito que é um dos principais direitos de uma pessoa é o de ser capaz de determinar quando, onde e como acabar com a sua própria vida. Toda essa conversa sobre a vida ser um dom de Deus e que só ele pode decidir quando a vida de uma pessoa pode acabar é um lixo total. Não aceito que os outros tenham o direito de me dizer o que posso e o que não posso fazer por causa de uma fé que eu não tenho. Para o seu registro, eu sou ateu”, explicou.

ETM: organização missionária treina líderes e presta assistência a cristãos no Haiti

ETM: organização missionária treina líderes e presta assistência a cristãos no Haiti
A organização interdenominacional “Escola de Treinamento Ministerial” (ETM), é uma instituição missionária voltada para a formação de líderes que atuem como propagadores do evangelho no Haiti, e entre os projetos desenvolvidos naquele país, estão o Centro Cristão Internacional no Haiti e as atividades de Assistência Social, que compreendem ajuda básica aos membros da comunidade de cristãos da ETM.
Esse auxílio prestado aos membros da igreja envolve distribuição de alimentos, roupas e remédio, além de financiar o estudo de crianças dessa comunidade, pois o ensino público no Haiti é deficitário em termos de vagas.
Os projetos vem sendo tocados desde 2006, quando a ETM foi fundada, e contam com a parceria das igrejas Comunidade Alcance de Curitiba (diretamente ligada ao projeto), Igreja Evangélica Missionária Maranata-RJ, Igreja Menonita-Ctba e Igreja Quadrangular-Fazenda Rio Grande, além de ofertas voluntárias de pessoas que conhecem o teor do projeto.
De acordo com a fundadora do projeto, Geiza Costa Mendes, a necessidade de uma escola de formação de líderes no Haiti se dá pelo baixo conhecimento teológico dos cristãos no país. A religião oficial é o voduísmo, e as igrejas evangélicas da localidade enfrentam influência direta dessa religião em suas doutrinas e liturgias, com casos de pastores evangélicos haitianos que permanecem praticantes de vodu.
Confira abaixo a entrevista concedida por Geiza Costa Mendes ao Gospel+:
Geiza, conte-nos sobre a atuação da ETM.
A ETM – Escola de Treinamento Ministerial é uma organização com alcance interdenominacional, estruturada para contribuir na preparação do Corpo de Cristo, visando a sua maturidade. Iniciamos a mesma no Haiti em 2006 e tem por alvo transformar vidas e formar líderes. Buscamos atingir todo aquele que deseja uma intimidade maior com Deus, principalmente líderes de ministérios para que venham a ser influências onde atuam.
ETM é uma escola fundamentada na bíblia tendo como propósito ministrar princípios que vão ajudar aos alunos a tornarem-se hábeis na palavra de Deus e aptos ao serviço cristão. Entendendo que ministério é uma palavra que vem do grego “diakonia” e significa o serviço cristão a Deus, onde quer que Ele o tenha colocado para servir.
O Centro Cristão Internacional no Haiti é uma igreja iniciada em 2009 com alvo de ganhar vidas para Jesus e ensiná-las a viver segundo a Palavra de Deus adorando a Deus, servindo a Ele e aos homens. Estamos atualmente com aproximadamente 150 membros.
Com a Assistência Social, temos como alvo auxiliar os membros de nossa igreja principalmente, sempre que nos é possível fazemos distribuição de alimentos, roupas e remédios.
Financiamos os estudos de cinco crianças, considerando que o ensino público no país é quase inexistente.
A ETM é uma escola fundamentada na Bíblia, e tem como propósito ministrar princípios que vão ajudar os alunos a tornarem-se hábeis na Palavra de Deus e aptos ao serviço cristão, desenvolvendo a vida espiritual e os dons no ministério da congregação local, bem como na comunidade, entendendo que “ministério”, palavra que vem do grego “diakonia”, significa o serviço do cristão a Deus, onde quer que Ele o tenha colocado.
Qual o tempo de atuação do projeto? Poderia contar um pouco da história, como surgiu quem idealizou?
Sou missionária e fiz minha primeira viagem ao Haiti em 2004, quando idealizamos primeiramente a formação da ETM.
Em 2005 através da Comunhão Cristã Abba trouxemos para o Brasil dois haitianos, Frederic Nozil e Gille Gala, para cursar ETMI, a mesma escola que descrevemos acima, sendo que em tempo integral e no ano me mudei para o Haiti e demos início a ETM, curso de um ano que já formou mais de 100 alunos. A partir daí o Senhor colocou em nosso coração a continuidade do trabalho, surgindo assim, a igreja e o trabalho social.
A igreja teve início no pátio emprestado de uma escola, ao ar livre, mas em grande estilo pois militares brasileiros nos emprestaram cadeiras, instrumentos, etc. O local ficou lotado e tivemos a presença de oficiais da ONU e da Embaixatriz do Brasil, mas passada a inauguração  continuamos com uma média de 20 pessoas e um violão, não tínhamos cadeiras para todos e nem dinheiro para comprá-las. Mudamo-nos dia 13 passado para um local alugado.
A religião oficial do Haiti ainda é o voduísmo e há um grande sincretismo religioso; há muitas igrejas evangélicas, mas quase não conhecem a Palavra de Deus chegando ao absurdo de um grande número de pastores serem também praticantes de vodu.
Quais os parceiros que o projeto possui?
A Comunidade Alcance de Curitiba é a igreja que nos dá cobertura, contamos também com a Igreja Evangélica Missionária Maranata-RJ, Igreja Menonita-Ctba e Igreja Quadrangular-Fazenda Rio Grande. Recebemos também ofertas voluntárias de alguns amados irmãos que nos ajudam a dar continuidade ao trabalho.
Poderia contar um ou mais testemunhos de pessoas que foram beneficiadas pelo projeto?
As igrejas haitianas são na maioria extremamente religiosas e legalistas; drogados, prostitutas, ou pessoas que não estejam adequadamente vestidas não podem participar do culto (os homens nos dia de ceia devem estar de gravata e as mulheres de vestido branco e sempre de véu) e diversas outras regras. Caminhamos na contramão de tudo isto, buscando levar cada um a amar e viver a palavra de Deus. Temos conosco ex-drogados, ex-prostitutas, aproximadamente 70% dos membros de nossa igreja são jovens, dentro de um contexto em que os jovens haitianos estão deixando as igrejas.
Em setembro do ano passado um senhor se levantou e pediu para testemunhar, disse que era cego há oito anos, que morava em outra cidade e estava em Porto Príncipe para ir ao médico. Disse que estava ouvindo o louvor do lado de fora, não quis entrar por estar de bermuda, ainda que convidado; de repente sentiu a presença de anjos que tocaram seus olhos e foi instantaneamente curado para a gloria de Deus.
Lacrete é um de nossos líderes, conta que foi criado na igreja, mas para ele era apenas um local onde ele encontrava-se com amigos. Resolveu cursar a ETM objetivando o diploma estrangeiro e se relacionar com brasileiros. Mas já nas primeiras aulas sentia-se confrontado pela Palavra e decidiu assumir um compromisso com Deus, entregando-se a Ele, decidindo-se por servi-Lo. Tornou-se um dos nossos lideres, conhecedor da Palavra e ganhador de almas.
O mesmo processo aconteceu com Frederic Nozil, hoje pastor de nossa igreja, só que em seu caso, uma vez que veio cursar ETM conosco, teve esse processo aqui no Brasil.
Poderia informar os contatos de email, telefone, e endereço do projeto?
Email: geizaabba@yahoo.com.br,
Telefones: 41-3206-3996/8863-9936 (Brasil) e 509-3771-4533 (Haiti)
Endereço: Rue Gregorie, Impass Aubry # 45 – Petion Ville, Haiti
Quais as formas de contribuição e necessidades do projeto?
Enviar roupas e alimentos é quase impossível e as doações são normalmente depositadas na conta abaixo, usada exclusivamente para este fim.
Banco Bradesco
Ag.:  3286-7
Conta Poupança:  1002347-5
Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do Gospel+?
Um dos países mais pobres do mundo e o mais pobre do Hemisfério Ocidental é o Haiti. A economia é informal, sobrevive com feiras livres nas ruas e calçadas, onde se vende de tudo: roupas, comida, remédios e eletrodomésticos. Não há turismo, embora haja belas praias e montanhas.
No segundo semestre, furacões costumam atingir o país, e na década de 1970, o Haiti experimentou um processo de desmatamento desmedido, levando à triste situação de um país careca tornando o solo vulnerável a erosão decorrente de ciclones, chuvas e ventos. Possui 2/3 de montanhas e 1/3 de planície, e quando a chuva vem, leva tudo o que encontra, inundando casas, destruindo plantações e ceifando vidas.
Em janeiro de 2010 um terremoto classificado como a maior catástrofe de todos os tempos dizimou mais de 300.000 haitianos e na capital ainda vemos escombros por todos os lados, fome e miséria.
Do ponto de vista espiritual, segundo seus líderes religiosos, o país vive sob um cativeiro satânico. Foi o primeiro país negro do mundo a tornar-se independente, o que aconteceu em 1804, à custa de sacrifícios de porcos, sendo o sangue bebido pelos presentes que, ofereceram assim, o país ao diabo. Desde então, cada presidente que é eleito no Haiti deve voltar àquele lugar para renovar o pacto.
O catolicismo mistura-se com as práticas de vodu, e este sincretismo também acontece entre os evangélicos. Falta discipulado, e a evangelização é superficial.
Uma das maiores necessidades entre os cristãos é a formação de líderes maduros, conscientes de seu chamado, pois a maioria entende ministério apenas como emprego.
As pessoas estão sempre buscando ajuda de fora e há um espírito de frustração e baixa auto-estima entre o povo haitiano
Muitos dizem do Haiti: “O país onde o diabo tira férias”, ou “que 95% dos haitianos são católicos e 100%, adeptos do vodu”.
Nós, cristãos, somos aqueles que Deus escolheu para mudar esta historia. É um desafio de fé e com certeza, unidos alcançaremos grandes vitórias para o Senhor.
Confira abaixo, fotos do projeto no Haiti:







Fonte: Gospel+
Ciente de seu papel junto à sociedade, o Gospel+ disponibilizou um espaço voltado para divulgação de projetos sociais focados em ajudar ao próximo.
Acreditamos que a transformação da sociedade acontece não só através da palavra, mas também de ações efetivas e eficazes, com demonstração de amor ao próximo.
Se você conhece ou desenvolve um projeto social que precise de divulgação, entre em contato conosco através do endereço redegmais.com.br/contato e nos conte! Informe as áreas de atuação, formas de colaboração, meios de contato e visitas, para que possamos colaborar e servir ao Pai, servindo a seus filhos.

Província ao leste do Sudão ainda não tem literatura bíblica em sua língua

 jumjum-sudao-220x120
Os jumjum vivem próximo ao Rio Nilo e tem como religião principal o animismo á uma província localizada no leste do Sudão que não tem materiais evangelísticos em sua língua, o jumjum. De 67.000 habitantes, apenas 0,80% são evangélicos e esses enfrentam grandes dificuldades por não ter Bíblias, livros e filmes em sua linguagem.
A crença predominante é o animismo, eles idolatram elementos da natureza como o sol, a lua e as estrelas. O líder religioso é considerado um pai, pois conduz os indivíduos nos rituais de adoração a deuses.
Os jumjum vivem da renda de grãos como milho, gergelim e feijão. Além disso, também caçam, pescam e fazem pastoreio de gado, cabras e ovelhas. Cada família tem ao menos três barracas que funcionam como moradia, celeiro e curral.
Essa província é apenas uma das nações que não foram alcançadas pela pregação do evangelho. Por isso a criação de materiais nessa língua é importante, tanto para evangelizar a população como para fortalecer a fé daqueles que já conhecem a Cristo.

Bispo Walter McAlister repudia heresias no meio cristão e afirma: “impossível amar a Deus e ser ‘amigo’ de quem distorce a palavra”. Leia na íntegra

Bispo Walter McAlister repudia heresias no meio cristão e afirma: “impossível amar a Deus e ser ‘amigo’ de quem distorce a palavra”. Leia na íntegra Os debates em torno das vertentes teológicas existentes no meio cristão sempre levantam discussões intensas sobre o que é e o que não é heresia na mensagem pregada pelas mais diversas denominações.
O bispo Walter McAlister publicou um artigo sobre o assunto em seu blog, e adaptou um ditado popular para definir como impensável a relação entre cristãos adeptos da mensagem tradicional e os pregadores das mensagens heréticas: “Heresia é heresia, amizades à parte”, escreveu.
Para McAlister, heresia “é uma postura que esvazia o poder da cruz e, consequentemente, desvirtua a fé para algo que não salva, não dá vida e não nos mantém em relacionamento com o Deus vivo”, e que portanto, deve ser evitada.
Segundo o bispo, abrir espaço para heresias é o caminho para mutações no evangelho: “Se tirarmos a imutabilidade de Deus da equação, desconstruímos o Evangelho. Se não afirmamos a exclusividade de Cristo como o único caminho para a salvação, esvaziamos a sua mensagem e o próprio propósito das Escrituras”.
Walter McAlister afirma ser “impossível amar a Deus e ser ‘amigo’ de quem distorce a importância, o significado e a missão do seu Filho, Jesus Cristo”.
Confira a íntegra do artigo “Meu amigo, o herege”, do bispo Walter McAlister:
O ditado “amigos, amigos, negócios à parte” não tem nada, mas nada a ver com fé e prática cristã. O ditado geralmente explica como pessoas podem deixar de lado sua amizade e serem duras ou práticas, tratando uns aos outros como se nem amigos fossem. Desconto? Crédito? Brinde? Pode esquecer. Ser amigo nesta hora fica em segundo plano. O negócio é o negócio. Amizade se aplica a outras coisas.  Mas… e na teologia? A minha resposta pode parecer dura, mas tenho que dizer um não categórico.
Pois falar “amigos, amigos, doutrinas à parte” não é algo aceitável biblicamente. Podemos deixar as diferenças na porta e simplesmente afirmar amizade? Até certo ponto, creio que sim. Aliás, creio que seja absolutamente fundamental para a Igreja de Jesus Cristo superar as nossas diferenças periféricas (doutrinas de segunda e até terceira ordem) para nos concentrarmos naquilo que nos une.
Num território comum a nós todos, ou seja, sob o Senhorio de Jesus Cristo e com tudo que isso quer dizer, amizade tem que superar até diferenças bem incômodas. Formas de batismo (credobatismo ou pedobatismo; submerso ou aspergido), liturgia (moderno ou tradicional ou até salmodíaco), indumentária, escatologia… sim, até os arminianos e calvinistas precisam se entender e conviver em paz. Amizade que atravessa essas linhas, frequentemente traçadas com rixas profundas, é possível, necessária e cristã.
Mas vamos inverter a frase. Aqui vem o “X” da questão, hoje. “Amigos, amigos, heresia à parte”. Isso funciona? Não. E recorro a muitas evidências e muitos imperativos bíblicos para sustentar minha resposta, que pode parecer antipática para alguns.
Primeiro, entendamos a essência de uma heresia. Ela é uma postura que esvazia o poder da cruz e, consequentemente, desvirtua a fé para algo que não salva, não dá vida e não nos mantém em relacionamento com o Deus vivo. Sério, não? Não tenha dúvida: seriíssimo. E grave.
Se tirarmos a imutabilidade de Deus da equação, descontruímos o Evangelho. Se não afirmamos a exclusividade de Cristo como o único caminho para a salvação, esvaziamos a sua mensagem e o próprio propósito das Escrituras. Se eliminarmos a possibilidade da ressurreição física – no tempo e no espaço, fazemos da esperança cristã uma ficção. Se distorcermos a encarnação de Jesus Cristo, compreendendo-a como menos divino ou menos humano, arrancamos a alma da proclamação do Evangelho.
Esses são apenas poucos exemplos de heresias que já assolaram a Igreja ao longo da nossa História e que, calamitosamente, estão voltando à cena atual por meio de pessoas simpáticas, carismáticas e, em muitos casos, “amigas”. Então, o que diz a Bíblia sobre os nossos “amigos”? Preparado para entrar de cabeça nas Escrituras? Então que diga não mais eu, mas o Senhor:
Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo. Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! (Gl 1.6-9)
O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo. Pois, se alguém lhes vem pregando um Jesus que não é aquele que pregamos, ou se vocês acolhem um espírito diferente do que acolheram ou um evangelho diferente do que aceitaram, vocês o suportam facilmente. (2 Co 11.3,4)
Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja corretamente a palavra da verdade. Evite as conversas inúteis e profanas, pois os que se dão a isso prosseguem cada vez mais para a impiedade. O ensino deles alastra como câncer; entre eles estão Himeneu e Fileto. Estes se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição já aconteceu, e assim a alguns pervertem a fé. Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece inabalável e selado com esta inscrição: “O Senhor conhece quem lhe pertence” e “afaste-se da iniqüidade todo aquele que confessa o nome do Senhor”.(2 Tm 2.15-19)
Cuidado com os cães, cuidado com esses que praticam o mal, cuidado com a falsa circuncisão! Irmãos, sigam unidos o meu exemplo e observem os que vivem de acordo com o padrão que lhes apresentamos… Pois, como já lhes disse repetidas vezes, e agora repito com lágrimas, há muitos que vivem como inimigos da cruz de Cristo. Quanto a estes, o seu destino é a perdição, o seu deus é o estômago e têm orgulho do que é vergonhoso; eles só pensam nas coisas terrenas. (Fp 3.2,17-19)
Filhinhos, esta é a última hora; e, assim como vocês ouviram que o anticristo está vindo, já agora muitos anticristos têm surgido. Por isso sabemos que esta é a última hora. Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos. Mas vocês têm uma unção que procede do Santo, e todos vocês têm conhecimento. Não lhes escrevo porque não conhecem a verdade, mas porque vocês a conhecem e porque nenhuma mentira procede da verdade. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo: aquele que nega o Pai e o Filho. Todo o que nega o Filho também não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai. (1 Jo 2.18-23)
Se alguém ensina falsas doutrinas e não concorda com a sã doutrina de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino que é segundo a piedade, é orgulhoso e nada entende. Esse tal mostra um interesse doentio por controvérsias e contendas acerca de palavras, que resultam em inveja, brigas, difamações, suspeitas malignas e atritos constantes entre pessoas que têm a mente corrompida e que são privados da verdade, os quais pensam que a piedade é fonte de lucro. De fato, a piedade com contentamento é grande fonte de lucro, pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos. Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas. Diante de Deus, que a tudo dá vida, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos fez a boa confissão, eu lhe recomendo: Guarde este mandamento imaculado, irrepreensível, até a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, a qual Deus fará se cumprir no seu devido tempo. Ele é o bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que é imortal e habita em luz inacessível, a quem ninguém viu nem pode ver. A ele sejam honra e poder para sempre. Amém. (1 Tm 6.3-17)
De fato, todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos. Contudo, os perversos e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados. Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que aprendeu e das quais tem convicção, pois você sabe de quem o aprendeu. Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça… (2 Tm 3.12-16)
Podemos tirar aprendizados bem práticos das passagens acima:
1. Piedade e sã doutrina andam de modo inseparável. Não há como ser de Deus e não defender a sua verdade revelada nas Escrituras.
2. Deturpar o Evangelho é uma forma de iniquidade, e é abominável, anátema, condenável à perdição eterna.
3. Quem faz isso (especialmente os que se intitulam líderes na Igreja) constituem-se contra Cristo e, consequentemente, são “anticristos”. Fugir da iniquidade é o mesmo que fugir da heresia. Fugir da heresia compreende desmascarar hereges, uma vez que sejam identificados.
A conclusão é que é impossível amar a Deus e ser “amigo” de quem distorce a importância, o significado e a missão do seu Filho, Jesus Cristo. Não devemos jamais esquecer o amor pelo ser humano que erra, isso é evidente, mas jamais podemos aceitar seus ensinos errados por causa disso.
Historicamente, alguns dos hereges da Igreja foram reputados como pessoas simpáticas e, aparentemente, boníssimas: Ário, Pelágio e até Rudolf Bultmann (um dos pais do liberalismo moderno). Um dos meus antigos professores de seminário estudou com Bultmann na Alemanha e me disse que nunca conheceu uma pessoa mais agradável e gentil. Só que essa gentileza era a fachada de um inimigo da fé.
Não, não posso ser amigo de quem depõe contra tudo que tenho por sagrado. É duro dizer isso, mas “heresia é heresia, amizades à parte”.
Na paz,

Fundo Social de Solidariedade: órgão realiza Campanha do Agasalho para ajudar famílias carentes

Fundo Social de Solidariedade: órgão realiza Campanha do Agasalho para ajudar famílias carentes
A Campanha do Agasalho no estado de São Paulo é desenvolvida pelo Fundo Social de Solidariedade, órgão do governo estadual.
O projeto conta com doações de empresários e da sociedade civil, e monta estratégias de divulgação; inscreve locais de arrecadação e coordena ações de distribuição para ajudar famílias carentes a enfrentar o inverno.
As doações coletadas nos postos de arrecadação são encaminhadas às entidades assistenciais, hospitais, albergues de São Paulo e de todas as cidades do estado.
Esse ano a campanha de divulgação tem como tema “Roupa boa a gente doa” e está sendo encabeçada pela apresentadora Hebe Camargo, que possui histórico de envolvimento com causas sociais no estado.
No site campanhadoagasalho.sp.gov.br é possível encontrar todos os locais de arrecadação do estado cadastrados pelo Fundo Social de Solidariedade. Através dos telefones (11) 2588-5714 / 2588-5914 também é possível obter informações adicionais.
A Campanha do Agasalho 2012 do Fundo Social de Solidariedade vai até o dia 29/06.
Fonte: Gospel+
Ciente de seu papel junto à sociedade, o Gospel+ disponibilizou um espaço voltado para divulgação de projetos sociais focados em ajudar ao próximo.
Acreditamos que a transformação da sociedade acontece não só através da palavra, mas também de ações efetivas e eficazes, com demonstração de amor ao próximo.
Se você conhece ou desenvolve um projeto social que precise de divulgação, entre em contato conosco através do endereço redegmais.com.br/contato e nos conte! Informe as áreas de atuação, formas de colaboração, meios de contato e visitas, para que possamos colaborar e servir ao Pai, servindo a seus filhos.

Casal é chicoteado em praça pública por ter filho fora do casamento

Casal é chicoteado em praça pública por ter filho fora do casamento
Um grupo fundamentalista islâmico condenou na última quarta feira um casal ao chicoteamento. Sob os preceitos da fé islâmica, o castigo público foi adotado como punição ao fato de o casal ter tido um filho fora do casamento. O caso aconteceu na cidade de Tombuktu, no Mali.
De acordo com a agência AFP, o ato foi assistido por várias testemunhas e depois o casal foi assistido na unidade hospitalar mais próxima.
“Na Praça de Sankore em Tombuktu, um homem e uma mulher receberam 100 chicotadas por terem um filho fora do casamento. Nunca vi nada assim, as pessoas assistiram como se estivessem num espetáculo”, relatou Mohamed Uld Baby, das autoridades locais.
A lei islâmica está sendo aplicada na região desde março desse ano pelo grupo fundamentalista Ansar Dine (Defensores da Fé), que controla o norte do país. O grupo já exigiu às mulheres que usem um véu, além de proibir o consumo de bebidas alcoólicas e de fumar, porém esta foi a primeira punição aplicada em praça pública.

Autoridades ameaçam demolir igrejas na Indonésia


Autoridades ameaçam demolir igrejas na Indonésia As autoridades de Aceh Singkil, localizada na província de Ache, na Indonésia, ordenaram o fechamento de templos cristãos e ameaçaram demoli-los caso a ordem não fosse cumprida pelos membros das congregações. A medida partiu do próprio governo, do prefeito interino da cidade, Razali Abdul Rahman.
“A administração local diz, que os membros da igreja se recusam a cumprir a ordem, então a própria administração irá fechar e demolir os prédios. O prazo para a demolição foi oito de junho, mas até agora nada aconteceu”, explicou Veryanto Sitohang, membro de direitos humanos da Aliança Unida Sumatra do Norte.
Os cristãos acreditam que a medida está sendo motivada pelos protestos de grupos radicais islâmicos, principalmente da Frente de Defensores do Islã (FPI). Além das igrejas ameaçadas de demolição, as autoridades do país já fecharam 16 undung-undung, que são pequenas construções utilizadas para culto, porém, não classificadas como igrejas, por não serem denominacionais e não terem cruzes.
As lideranças cristãs enviaram cartas ao presidente da Indonésia, Susil Yudhoyono, aos departamentos do governo, e também para a polícia, protestando contra a ação do prefeito. Mas, apesar das ameaças, e o risco de 20 templos serem demolidos, os membros das igrejas continuam realizando os cultos, porém, a portas fechadas e com alguns membros, guardando, do lado de fora, contra possíveis ataques.

Sula Miranda deixa gospel e volta ao sertanejo para celebrar carreira

Depois de mais de cinco anos de dedicação exclusiva à música gospel e a outros projetos pessoais, a cantora Sula Miranda está retornando aos palcos sertanejos para comemorar seus 25 anos de carreira solo. Ela ficou marcada como “a Rainha dos Caminhoneiros” durante anos e conquistou uma legião de fãs entre os motoristas de caminhão.
 
Agora, segundo ela, tentará conciliar esses dois aspectos de sua carreira. “Eu hoje vou seguir com as duas carreiras, que acaba sendo uma só, pois eu sou uma só e tem de deixar de lado a divisão, pois há muitos outros cantores da música popular brasileira que também professam sua fé, como o Roberto Carlos, que sempre professou a fé dele. Eu vou continuar cantando sertanejo, retomei esse ano, mas o meu CD também vai ter músicas que professem a fé, que falem de Jesus, que levem também a palavra de Deus de alguma forma para esse público”, disse ela em entrevista ao portal Terra.
 
Sula afirma que o carinho que sempre recebeu dos caminhoneiros foi determinante para sua decisão de voltar à vida da estrada.
 
Fonte: Folha do Sertão

Blogueiro compara defesa da fé pela internet a profeta que atuou na ilha de Creta

Blogueiro compara defesa da fé pela internet a profeta que atuou na ilha de Creta No início dessa semana o blog Web Evangelista publicou um texto no qual critica a pregação da teologia da prosperidade e compara os blogueiros que combatem tal prática a profetas que combatiam o ensino de um falso evangelho. Assinado por Johnny, o texto relaciona a vida de Epimênides, que foi considerado profeta pelo apóstolo Paulo por sua denúncia sobre Creta, à defesa da fé feita por meio de sites e blogs.
“Hoje em dia diversos “mestres” falsos se levantam, querendo apagar de nós todos a sã doutrina bíblica e nos levar a uma religiosidade fingida e guiada para nossos ganhos financeiros pessoais e nosso EU, nosso umbigo como deus, para sustentarmos nossos ventres preguiçosos”, critica o texto, em clara alusão às pregações relacionadas à teologia da prosperidade.
O texto fala ainda das diversas campanhas voltadas para a prosperidade, que vai contra o “cristocentrismo” e coloca nossa vontade à frente da vontade de Deus. “Afinal ser pobre ‘é uma doença, é ser um derrotado, Jesus não quer isso pra você, você é filho do Dono do Ouro e da Prata!’”, ironiza o artigo, que conclui dizendo que “trabalhar que é bom ninguém quer, só querem pilhar os céus”.
“Paulo, Orígenes, Tertuliano, Agostinho e Lutero, seus fanfarrões!!!! Podiam se calar e continuar pregando o Evangelho de qualquer jeito ao invés de perderem seus tempos dando uma de apologistas!!!”, ironiza novamente o autor, ao afirmar que estamos vivendo uma época em que não podemos mais repreender essas coisas, sob pena de sermos chamados de invejosos, caluniadores e desocupados.

1 Ministro ameniza clima com evangélicos sobre aluguel de horário na TV

BRASÍLIA – Notícias Gospel – O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, busca acalmar os ânimos dos integrantes da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, que o procuraram para fazer a defesa do arrendamento de horário na TV aberta.
Paulo Bernardo - Ministro das Comunicações
Paulo Bernardo - Ministro das Comunicações
Atualmente, o aluguel de horário na grade de programação é feito para igrejas e empresas que comercializam produtos voltados para os telespectadores. O ministro disse que respondeu ontem a um dos líderes da bancada evangélica. Bernardo informou aos parlamentares que o governo não está propondo o fim do arrendamento de horário nas TVs.
A preocupação dos parlamentares partiu de rumores de que o governo pretendia por fim ao aluguel de horários na TV por meio da edição de um decreto.
No entanto, o Ministério das Comunicações esclareceu, em nota, dizendo que o decreto mencionado não estabelece proibição a esta prática, somente cuidará do aperfeiçoamento de procedimentos relacionado à outorga de serviços de radiodifusão.

Coral formado por presidiários se apresenta na Igreja Batista da Lagoinha

Coral formado por presidiários se apresenta na Igreja Batista da Lagoinha
Quem esteve no culto da Igreja Batista da Lagoinha no último domingo (17) pode conhecer o coral formado por presidiários da Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria que se apresentou no culto da manhã.

Esses homens conhecerem a Cristo dentro da penitenciária através de trabalhos de evangelização promovido por diversas denominações e agora eles formam um belo coral para louvar a Deus.

O grupo prova que não há impossíveis para Deus e os membros da IBL não só presenciaram a transformação desses homens como se juntaram em adoração com eles durante o culto que teve momentos muito especiais.

Um desses momentos foi a apresentação da canção “Para Nossa Alegria”, quando o coral iniciou essa música os membros da igreja ficaram emocionados e alegres. A emoção foi tanta que a igreja ficou de pé para acompanhar o hino.

Quando o culto acabou os coristas voltaram para a Penitenciária Nelson Hungria com escolta policial e algemados.

Estados Unidos completa 50 anos sem oração oficial nas escolas

Estados Unidos completa 50 anos sem oração oficial nas escolas
Este ano, os Estados Unidos completam 50 anos sem oração oficial nas escolas. Foi no dia 25 de junho de 1962, que a Suprema Corte dos Estados Unidos declarou inconstitucional a oração e que esta não mais poderia ser realizada nas escolas públicas do país, assim como a proibição de funcionários do estado realizarem manifestações religiosas em instituições públicas de ensino.
A medida do Estado ocorreu após protestos de famílias que alegavam que a oração era contrária as suas crenças. “Deus todo poderoso, reconhecemos a nossa dependência de Ti e pedimos tuas bênçãos sobre nós, sobre nossos pais, nossos professores e sobre nosso país.”.
Desde essa mudança, a cada ano o Estado e as pessoas tem se distanciado mais da religião. Um ano após ser extinta a oração nas escolas, já em 1963, as autoridades do país também proibiram a leitura da Bíblia nas escolas, pela mesma justificativa, por ser um ato inconstitucional.
Outras leis foram criadas com a finalidade de extinguir as manifestações religiosas em solenidades públicas e em instituições ligadas ao Estado, como por exemplo, a proibição de oração feita por estudantes universitários antes de jogos de futebol, e também em cerimônias de formatura.

Ahmadinejad disse que Deus não criou o homem para viver em conflitos

Ahmadinejad disse que Deus não criou o homem para viver em conflitos | Notícias Evangélicas Gospel Cristãs
Em entrevista coletiva realizada na quinta-feira (21/06/2012), no Rio de Janeiro, Mahmoud Ahmadinejad falou sobre os pontos discutidos pelos chefes de Estado que participavam do Rio+20 citando Deus “clemente e misericordioso” que criou a raça humana para outros propósitos.
“Deus não criou o homem para viver em conflitos, discriminação, miséria e atrasado. Deus quer um ambiente de bem estar com solidariedade. As minorias, por ilusão, estão dominando e impedindo o progresso, fazendo rivalidade entre as nações”, disse ele.
O presidente iraniano falou sobre a pobreza, lembrando que dos sete bilhões de pessoas que vivem no planeta, três bilhões estão na pobreza e voltou a criticar a “ordem mundial” e o colonialismo dos países ricos.
Em seu discurso no congresso Rio+20 que discutia sobre a sustentabilidade, a autoridade máxima do Irã chegou a citar a criação de uma nova ordem mundial para tentar garantir igualdade entre as nações, segundo o R7.
Ahmadinejad também afirmou que pretende trabalhar com países da América Latina para criar um futuro melhor. “A prosperidade da comunidade humana pede Justiça e compaixão. Sim, existe uma distância geográfica entre nós, mas certamente construiremos um futuro claro junto com a América Latina. Todos unidos para um futuro de amor”.

Blogueiro afirma que evangélicos brasileiros estão se tornando carismáticos, por não saberem interpretar a Bíblia

Blogueiro afirma que evangélicos brasileiros estão se tornando carismáticos, por não saberem interpretar a Bíblia
O site Púlpito Cristão reproduziu essa semana um texto do blogueiro Felipe Medeiros, no qual ele critica a forma que os evangélicos brasileiros interpretam a Bíblia e afirma que a reação de muito críticas contra alguns líderes religiosos “demonstram a falta de leitura da bíblia e em função disto, uma consequente interpretação pessoal acerca de assuntos tratados no Santo Livro”.
O blogueiro critica a falta de cuidado de muitos cristãos para filtrar informações afirmando: “Infelizmente as interpretações pessoais são bastante frequentes em tudo e todos que se usam o termo ‘evangélico’ ao nosso redor. Não se faz uma análise acurada e tudo o que chega aos nossos ouvidos com o nome de origem cristã, logo é tida como “ah, se é de Deus…”. Assim, cada vez mais os evangélicos brasileiros aceitam o que quer que sejam em detrimento às Sagradas Escrituras simplesmente por fazer pouco uso delas, tornando-se cada vez mais carismáticos”.
Medeiros fala ainda do sincretismo religioso que está cada vez mais presente na fé dos protestantes brasileiros. Ele critica “as meias e rosas ungidas, os copos com água em cima da TV, novas unções, apostolados” para ilustrar sua ideia de que muitas práticas neopentecostais acabam ficando “fora do limite”, e afirma que “a fundamentação da fé cristã deve ser o ponto de partida para toda e qualquer experiência vivida e não as experiências fundamentando a fé, do contrário é negligência a Palavra de Deus”.
Ressaltando a falta de uma correta intepretação bíblica como principal problema do meio evangélico, ele afirma que a “maior causa de todo a desordem teológica que temos vivido hoje seja fruto da desordem quando se ‘estuda’ a Bíblia”.
“Primeiro se lê um texto isolado, que contenha alguma afirmação que sirva para o que se acha, depois ao seu bel prazer explicar a passagem como se ela fosse uma alegoria de carnaval bem enfeitada e que chega até a ser desejável a medida que a aplicação da palavra aumenta a emoção em 1000% e afaga o ego de quem ouve. Triste realidade!”, critica o blogueiro, que conclui afirmando que “é o evangelho que mostra ao homem a sua condição diante de Deus e não o homem que condiciona o evangelho a ser o que ele imagina que é, diante de Deus”.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Criança de 2 anos sobrevive após coração ficar parado durante 39 minutos, médicos dizem que foi “um milagre”

Criança de 2 anos sobrevive após coração ficar parado durante 39 minutos, médicos dizem que foi “um milagre” Uma criança de apenas 2 anos conseguiu sobreviver após uma parada cardíaca de 39 minutos, assim a família do garoto Zach Hillary relatou ao tabloide britânico “Daily Mail”. Trudy, mãe do menino, relatou que o garoto chegou a ser desenganado pelos médicos, mas o coração de Zach voltou a bater e ele tem se recuperado com terapias, o que para os médicos é um milagre após o estado grave em que ficou.
Trudy relata que o problema com o coração do garoto começou no em janeiro deste ano, quando ela encontrou Zach desmaiado no chão. Ao ser levado para o hospital os médicos disseram que não era certo que ele fosse sobreviver. “Os médicos me disseram para me preparar par o pior”, disse a mãe do menino.
Após 9 dias em coma induzido Zach foi retirado dos aparelhos, porém, exames revelaram danos em seu cérebro, o que levou o garoto a não reconhecer mais ninguém. Mas, o garoto iniciou um tratamento com fisioterapia e terapia de fala e conseguiu reconhecer sua mãe.
“Eu perguntei aos médicos se esse era o desfecho que eles esperavam, e eles disseram: ‘Não, é um milagre’”, relatou a Trudy, que afirma que seu filho já voltou ao normal.

Deputados israelenses se reunirão com a Irmandade Muçulmana egípcia

Deputados israelenses se reunirão com a Irmandade Muçulmana egípcia
Membros do parlamento de Israel se reunirão com representantes da Irmandade Muçulmana dias depois do segundo turno das eleições presidenciais egípcias. O objetivo é promover o diálogo entre as partes.
Os deputados israelenses Yitzhak Vaknin e Hamad Amar têm viagem prevista para Washington no próximo domingo, onde permanecerão por quatro dias. Eles estarão numa conferência e se reunirão, com mediação norte-americana, com representantes da Irmandade Muçulmana. Alguns funcionários israelenses do alto escalão criticaram a escolha da delegação representante pois, segundo eles, Vaknin e Amar seriam de baixo nível oficial.
Desde a revolução de 2011 e da consequente queda do presidente Hosni Mubarak, as relações entre Israel e Egito têm se deteriorado.

Irã projeta seu primeiro submarino nuclear

Irã projeta seu primeiro submarino nuclear Segundo o anúncio da agência iraniana Fars, o Irã começou a desenhar seu primeiro submarino nuclear. O vice-comandante da Marinha do Irã, o almirante Abbas Zamini, declarou que o país iniciou o projeto de um submarino que funciona baseado em propulsão nuclear.
O almirante destacou que os iranianos desenvolveram uma “tecnologia nuclear pacífica” e que eles têm capacidade e amplos direitos de fabricar submarinos.
O Ocidente e Israel têm tentado negociar com o governo iraniano a respeito do seu programa nuclear. A Agência Internacional de Energia Atômica está investigando as possibilidades do Irã fazer uso do programa para fins militares.

Bispo Walter McAlister critica nível dos pastores evangélicos brasileiros e lamenta: “Os maus se dão bem”. Leia na íntegra

Bispo Walter McAlister critica nível dos pastores evangélicos brasileiros e lamenta: “Os maus se dão bem”. Leia na íntegra O Bispo Walter McAlister fez uma reflexão sobre a condição dos pastores no Brasil, em um artigo escrito para seu blog pessoal.
McAlister questiona o motivo de existirem “tantos pastores ruins” em evidência nas igrejas brasileiras, e ressalta o sofrimento e as dificuldades dos “bons” pastores.
Entre a lista de motivos citados pelo Bispo McAlister, há o despreparo de homens que foram levantados ao cargo de pastores através de circunstâncias: “Há maus pastores, confesso. Creio que nem todos têm um pastor em quem podem confiar, a quem recorrer ou de quem sequer têm orgulho de ter como o seu pastor”, afirma.
Para ele, “o clero anda em baixíssimo conceito” e muitos desses pastores que são criticados por suas condutas, são os responsáveis por isso: “Por sua vez o pastor tem que assumir ares de ‘Grande Servo do Senhor’, chegando a ter que se autodenominar ‘Apóstolo’, ‘Profeta’, e só falta alguém se declarar o ‘Quarto Membro da Santíssima Trindade’. É uma igreja em agonia”, lamenta Walter McAlister.
O Bispo e blogueiro sintetiza sua reflexão sobre os pastores brasileiros afirmando que o estágio atual é consequência da maneira como a igreja está estruturada: “Os sistemas, as estruturas e as políticas eclesiásticas não permitem que haja bons pastores. Não comportam líderes de verdade. Os maus se dão bem em sistemas que não exigem política. Com o seu talento de convencimento, o povo vem, sofre, mas apanha por achar que tem que ser assim. Enquanto há bons pastores que são esmagados por sistemas vítimas da nefasta politicagem eclesiástica”.
Confira abaixo a íntegra do artigo “Porque há tantos pastores ruins?” do Bispo Walter McAlister, reproduzido no Púlpito Cristão:
De uns tempos para cá tenho visto, com uma incredulidade cada vez maior, um fenômeno que me força a fazer esta reflexão. Minha incredulidade se resume a isto: será que há tantos pastores ruins e tão poucos bons pastores neste nosso Brasil, meu Deus?!
Pergunto isso (primeiro a mim mesmo e, em segundo lugar, de modo mais temático) porque na blogsfera-internet-facebook-twitter-cultura (neologismo meu, confesso) o consenso parece ser o de uma condenação generalizada da categoria. Anteontem foi o Dia do Pastor. Mas, será que resta o que celebrar? Pelo que leio por aqui, poderíamos muito bem chamar a data de O Dia do Farsante.
O clero anda em baixíssimo conceito com os internautas. Será que é o caso entre os que não navegam pelos fios óticos e wi-fis deste mundo virtual? Não sei. Sinceramente, não sei. Mas, já que estou aqui na blogsfera, lá vai a minha reflexão para quem compartilha do universo virtual.
Primeiro, quero afirmar que conheço muitos pastores. Muitos dos que conheço são bons pastores. São pessoas movidas por um desejo de servir a Deus (pelo menos é como eles começaram). Há um desnível de preparo e oportunidade entre eles, claro. Mas há uma motivação inicial que me parece uma regra. Cada um se sentiu chamado por Deus para servi-lo e, consequentemente, alimentar as suas ovelhas.
Há maus pastores, confesso. Creio que nem todos têm um pastor em quem podem confiar, a quem recorrer ou de quem sequer têm orgulho de ter como o seu pastor. E, sabendo desse fato, creio ser importante pontuar algumas razões para isso.
Há muitos pastores no Brasil, hoje, que não foram bem preparados para o ministério. Alguns foram criados em situações que sequer exigia um ensino ou treinamento (teológico, bíblico ou ministerial). Bastava “levar jeito” pra esse “negócio” e logo foram promovidos para ocupar lugares para os quais não têm a menor noção do que se trata. Sem preparo teológico, bíblico ou ético, acabaram lançando mão de qualquer maluquice que parece “dar certo”. Fizeram correntes de toda sorte. Suas mensagens não passam de capítulos de livros que leram ou que estão na moda, como: prosperidade, guerra espiritual, conquista de cidades ou coisa parecida.
Vivem de campanha em campanha e querem criar uma “grande obra” para a glória de Deus. Essa “grande obra” (geralmente um prédio ou um programa de TV, rádio ou algo parecido) não passa de uma fonte de enorme despesa que vai sacrificar o povo, que é visto como fonte de muito lucro. Para tanto, precisam de cada vez mais povo. E para que tenham isso, vão ter que lançar mão de mensagens e promessas que atraem esse povo (se chamarem um dos cantores “gospel” ou o coral das crianças for posto para cantar, também funciona).
O balcão de ofertas abre, a birosca fica aberta e o povo vem. Com as músicas da hora, os jovens berram ao microfone, de olhos fechados (claro, porque precisam demonstrar que estão no enlevo), e todos assistem atônitos às versões locais e genéricas dos superastros da música gospel. É quase cómico, se não fosse tão trágico.
Por sua vez o pastor tem que assumir ares de “Grande Servo do Senhor”, chegando a ter que se autodenominar “Apóstolo”, “Profeta”, e só falta alguém se declarar o “Quarto Membro da Santíssima Trindade”. É uma igreja em agonia. Seus gritos e gemidos (que muitos acham serem sinais de “poder”) só denunciam a falta de vida real íntima com Deus, e conhecimento profundo das Escrituras (que é a obrigação de qualquer um que se propõe a ser um obreiro aprovado).
Por outro lado (e agora me remeto ao extremo oposto), há homens extremamente bem preparados nas Sagradas Letras. Mas sua vida ministerial é sujeita a um regime massacrante de comitês, relatórios e avaliações. Se lançaram no serviço do Senhor, mas se acham hoje como serviçais de leigos que nunca deveriam ter o poder sobre eles que têm.
Compaixão é uma das vítimas dessas estruturas. O pastor teme pelo bem-estar da sua família: sua esposa, que é duramente cobrada pelas irmãs da igreja; seus filhos, que são maltratados na escola por serem os filhos do pastor, mas que são cobrados pelos seus pais na igreja (pois, se pisarem fora da linha, o comitê talvez não renove o contrato e aí fazer o quê? Vai botar comida na mesa como?) Mesmo empregados, os pastores são mal, mas muito mal remunerados – pois, afinal, existem tantos “marajás” no ministério, mas “aqui não!”. Entre os oportunistas marajás e os bons servos que são reduzidos ao medo e mendicância para poderem pastorear, não me admiro que haja tão poucos bons pastores. Os poucos que vencem o sistema são os vitoriosos e poderosos, que acabam sentando em comitês denominacionais, envergando um poder político além da sua igreja local, e que acaba redundando num prestígio cada vez maior, para assegurar a sua longevidade no púlpito local. É a morte.
Os sistemas, as estruturas e as políticas eclesiásticas não permitem que haja bons pastores. Não comportam líderes de verdade. Os maus se dão bem em sistemas que não exigem política. Com o seu talento de convencimento, o povo vem, sofre, mas apanha por achar que tem que ser assim. Enquanto há bons pastores que são esmagados por sistemas vítimas da nefasta politicagem eclesiástica.
O povo dessas igrejas fica sem pastor, que de fato está na mão de leigos. Ou o povo fica nas mãos de lobos e anticristos que, com charme, lábia e encenações de “unção” lideram para o seu próprio enriquecimento. E os bons pastores ficam sem púlpito e seus filhos abandonam a igreja (pois viram como ela esmagou os seus pais), deixando pai e mãe de coração partido, pois o eles que mais queriam era ver seu filhos seguindo nos caminhos de Deus.
O coração dói. Os anjos choram. O Corpo de Cristo sangra. Pastores fogem do ministério e vendem seguros ou recorrem a uma capelania. E a blogosfera registra o fel dos que queriam algo mais. Queriam líderes que manifestassem devocionalidade sem afetação, liderança sem abuso, compaixão sem politicagem, ensino das Escrituras sem modismos. E os pastores queriam apenas um lugar onde pudessem alimentar as ovelhas, pois, como Pedro, confessam o seu amor pelo Mestre.
Conheço bons homens assim. Tenho o privilégio de liderar muitos deles. Vejo o povo que pastoreiam feliz, com prazer em se reunir para louvar a Deus, e alimentados pela Bíblia. Mas o coração pesa. Ouço o choro de muitos, o lamento dos desigrejados (os que fugiram para não morrer) e já vi pastores de joelhos aos prantos pelos filhos perdidos no mundo. Não bastasse o dano, vejo que ainda muitos lobos patrulham a blogosfera e os escombros da Igreja de Cristo, tentando abocanhar os que vivem desgarrados do rebanho, com palavras suaves e antigas heresias requentadas e vendidas como algo novo e relevante. Se tão somente tivessem um bom pastor, que desse a sua vida pelo rebanho! Se tão somente os bons pastores achassem um lugar para servir com pureza de coração!
Ah, Senhor da seara, vivifica a Tua Igreja – Noiva do Cordeiro e Corpo de Cristo – “a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância” (Ef 1.23). Tem misericórdia de nós e vivifica-nos, Pai.
Por Walter McAlister

Pastor Luciano Manga escreve sobre a facilidade que temos em julgar o próximo

Pastor Luciano Manga escreve sobre a facilidade que temos em julgar o próximo O pastor Luciano Manga publicou em seu blog, no início da semana, um texto no qual fala sobre o ato de julgar. Citando pensadores e personalidades como Madre Teresa de Calcutá, o ex-vocalista da banda Oficina G3 alerta sobre a facilidade que as pessoas têm em julgar umas as outras.
Manga, que hoje é pastor na igreja Vineyard Rio, afirmou que não podemos fazer julgamentos punitivos ao corrigir as pessoas, e diz que essa correção deve ser feita através de atitudes que sejam frutos de um coração amoroso e servo.
Além de usar o texto bíblico de Mateus 7:1, que alerta sobre o julgamento, o pastor destacou uma frase da conhecida missionária católica, Madre Teresa, que diz: “Se você julgar as pessoas, não terá tempo para amá-las”.
Leia na íntegra o texto do pastor:
Porque será que somos tão rápidos em julgar as pessoas? Que facilidade de falarmos mal dos outros. Se alguém tem um comportamento que desaprovo ou se vejo alguma falta a “ engenharia da condenação” (termo usado por Dallas Willard) entra em ação.
Queremos colocar as pessoas na linha e com isso utilizamos a repreensão verbal ou um julgamento punitivo.
Podemos corrigir as pessoas, porém com atitudes que sejam frutos de um coração amoroso e servo.
Considero apropriado lembrá-lo (a) o que disse a Madre Teresa de Calcutá: “ Se você julgar as pessoas, não terá tempo para amá-las”.
Convido(a) a ter um coração diferente quando ver alguém errando ou agindo de uma maneira que desaprove. Deixe de ser menos egoístas.
James Bryan Smith escreveu que: “ ao julgar os outros demonstramos, na verdade, que nos importamos mais conosco do que com a pessoa que estamos julgando”
Pense nisso!
“ Não julguém, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês” – Mateus 7:1
Paz e alegria!
Luciano “Manga”

Ex-lésbica afirma ser possível abandonar o homossexualismo: “mudança através de Jesus Cristo”

Ex-lésbica afirma ser possível abandonar o homossexualismo: “mudança através de Jesus Cristo”
Janet Boynes, ex-lésbica, afirmou durante entrevista que é possível abandonar a prática do homossexualismo.
Segundo Boynes, que concedeu entrevista à emissora de TV CBN, as relações homossexuais não agradam a Deus, e manter-se na homossexualidade não é a escolha certa.
Ela contou que sua atração por outras mulheres surgiu após decepções com homens: “Tantos homens haviam me magoado que essas mulheres, pensava eu, eram muito mais iguais a mim”, relata.
Boynes disse ainda que é a “prova viva” de que o homossexualismo é passível de mudança. Durante a entrevista, foi perguntada se havia se submetido a alguma espécie de terapia, ao que respondeu: “Minha intervenção foi Jesus”.
A ex-lésbica ressaltou que se um homossexual insistir em permanecer na prática, não há como mudar. Porém, Janet Boynes afirmou acreditar que “a mudança é possível através de Jesus Cristo”

Líder da Autoridade Palestina é acusado de ter fortuna escondida

Líder da Autoridade Palestina é acusado de ter fortuna escondida Muhammad Rashid, ex-assessor financeiro de Yasser Arafat – que esteve à frente dos palestinos com a Organização para Libertação da Palestina (OLP) -, havia sido condenado a 15 anos de prisão e ao pagamento de uma multa de 15 milhões de dólares por mal-uso do orçamento público e lavagem de dinheiro.
Recentemente, Rashid acusou o atual líder dos palestinos, Mahmoud Abbas, de ter uma fortuna escondida de 100 milhões de dólares e exigiu que fosse realizada uma investigação. Ele também acusou os dois filhos de Abbas, os empresários Tarek e Yasser Abbas, de corrupção.
Rashid disse ter a documentação que comprovaria que o movimento Fatah, também liderado pelo presidente da Autoridade Palestina, tem uma conta bancária secreta na Jordânia com cerca de US$ 40 milhões, dos quais US$ 13 milhões teriam sido de doações norte-americanas destinadas ao povo palestino.
O Fatah chamou o iraquiano Rashid de traidor que faria parte de uma conspiração internacional contra o presidente da Autoridade Palestina.  O movimento palestino recomendou aos meios de comunicação que não o entrevistassem.

Pesquisadora descobre textos de Orígenes, um dos pais da igreja cristã, no idioma original

Pesquisadora descobre textos de Orígenes, um dos pais da igreja cristã, no idioma original
Uma série de escritos encontrados pela pesquisadora Marina Molin Pradel está chamando atenção entre os estudiosos da história da igreja cristã. Trata-se de escritos raros de Orígenes, um dos Pais da Igreja, encontrados no seu idioma original.
Considerado por historiadores como o mais erudito entre aqueles chamados Pais da Igreja, Orígenes nasceu em uma família cristã em Alexandria, por volta do ano 185 e recebeu uma sólida formação religiosa, além de uma completa educação secular. Aos 18 anos, foi incumbido de liderar a escola dos catecúmenos, e seus ensinos se tornaram famosos, além do meio religioso, entre pagãos e gnósticos.
Orígenes tem uma obra estimada em cerca de 6.000 escritos, porém apenas 800 delas chegaram até os nossos dias. Porém poucas trazem os textos originais já que a maioria foi expurgada pelas controvérsias origenistas posteriores, e outra parte sobreviveu apenas por meio de traduções sofríveis, segundo o site e-cristianismo.
A descoberta feita por Pradel, aconteceu enquanto ela preparava um novo catálogo dos manuscritos gregos da Bayerische Staatsbibliothek, em Munique (Alemanha). Enquanto examinava o conteúdo do Codex Monacensis Graecus 314 (do século 11 a 12), uma coleção anônima de 29 homílias (supostamente inéditas) dos Salmos, ela descobriu que os manuscritos incluíam 4 das 5 homílias de Orígenes sobre o Salmo 36 traduzidos por Rufino.
A descoberta foi anunciada por Lorenzo Perrone, o maior especialista em Orígenes na atualidade, e já está sendo chamada entre os eruditos com o “achado do século”.

Billy Graham lança seu último livro

Encabeçando a lista de best-sellers do New York Times, o autor Billy Graham, que completou 93 anos no fim de 2011, lança o que ele mesmo define como seu último livro “A Caminho de Casa” (Nearing Home).


O livro que foi lançado nos EUA no ano passado e agora chega ao Brasil tem como objetivo encorajar pessoas, de todas as idades e crenças, a viver melhor. No livro, ressalta a importância da construção de bases sólidas nas relações e ensina a olhar de frente para as transições da vida, com confiança e compreensão. Muitas pessoas temem envelhecer. Ninguém gosta de pensar em perder independência e o controle da própria vida. Mas aprender a aceitar essas alterações é o primeiro passo para lidar bem com elas.
Billy Graham lança seu último livro
Billy Graham lança seu último livro
“Não posso verdadeiramente dizer que eu gostei de envelhecer”, Graham escreve em seu livro, “sem medo, mas isso é apenas parte da realidade da vida à medida que envelhecemos”. Mais importante, ele convida os leitores “para explorar comigo… também a esperança e realização e até mesmo alegria que pode ser nossa, uma vez que aprendemos a olhar para esses anos a partir do ponto de vista de Deus e descobrir sua força para nos sustentar a cada dia”.
Billy Graham diz que Deus tem uma razão específica para manter cada pessoa viva, e todos, independentemente da sua idade, devem se esforçar para descobrir o que seu propósito é para esses anos, e como eles podem alinhar suas vidas com Ele. Também é importante aprender não só para lidar com os medos e as lutas e as limitações de crescimento na vida, mas também para realmente crescer mais forte interiormente, em meio às dificuldades.
“A melhor maneira de enfrentar os desafios da velhice é se preparar para eles agora, antes que eles cheguem”, diz Graham.
“A Caminho de Casa” é um livro repleto de bons conselhos para que estejamos preparados de forma emocional, física e espiritual para o dia em que chegue o fim de nossas vidas.
Billy Graham
William Franklin Graham Jr., mais conhecido por Billy Graham, é considerado um dos 10 homens mais admirados do século 20, segundo pesquisa do Instituto Gallup. Já reuniu em suas Cruzadas Evangélicas um público de mais de 200 milhões de pessoas em 185 países, e sua audiência em rádio e televisão superou os 2,2 bilhões de pessoas, em 2008. Estima-se que mais 3 milhões de pessoas aceitam a Jesus Cristo como Senhor e Salvador de suas vidas nas grandes cruzadas de Billy Graham.

7 Gondim se afasta de redes sociais e diz restar poucos dias de vida

Recentemente o Pastor Ricardo Gondim, publicou em seu blog, um texto intitulado ‘Recesso – preciso de um tempo’, onde aparece como um soldado ferido e que precisa de um tempo para se recompor.

Gondim se afasta de redes sociais e diz restar poucos dias de vida
Gondim se afasta de redes sociais e diz restar poucos dias de vida
Gondim começa o texto, dizendo que abandonará as redes sociais, por um tempo indeterminado, pois esta com muita dor por ser ‘cuspido, difamado e ridicularizado’ por quem acreditava ser seu parceiro.
“Em Fortaleza, tive que enfrentar um piquete na porta da igreja que eu considerava a menina dos meus olhos.
Depois, oportunistas se sucederam em me esfaquear. Pessoas baixas se revezaram em colocar o meu nome entre os grande apóstatas da fé. A Betesda em Fortaleza praticamente implodiu. A princípio, sofri. Depois, preocupei-me com amigos, parceiros e discípulos. Eles sofriam as consequências de minhas posições. Embora eu nunca, em tempo algum, tenha vendido a alma ao sucesso, não bastou. As pedradas não cessaram.”, escreveu Gondim.
Gondim também se mostrou triste, pois virou motivo de ‘piada no cenário evangélico’, ao revelar em entrevista que apoia o casamento homossexual e diversas declarações que fizeram com que “Antigos companheiros passaram a me evitar como um leproso…Contudo, prefiro o ódio de fundamentalistas e homofóbicos, à falta de paz; quero poder deitar a cabeça no travesseiro com a consciência de que defendi o que é justo.”, escreve o pastor.
No decorrer de seu desabafo, Gondim revela que não confia mais nos pregadores evangélicos, pois foi roubado em direitos autorais, usado e sugado. Também mostrou que a mesma ‘subcultura religiosa’ que o acalentou, e lhe fez um homem bem sucedido agora o tem traumatizado, e lhe afetado a sua saúde.
Embora esteja ferido e afastado das redes sociais, Gondim continuará liderando a igreja Betesda, que fica localizado na Avenida Alberto de Zagottis, 1000, São Paulo, onde como Gondim a classificou sendo sua ‘cidade de refúgio’.
“Saio das redes sociais por recomendação médica; mas, também, por bom siso: preciso procurar alguma caverna, e lá, trocar de pele.”, conclui o pastor.
Para o diácono, Thiago Dearo, da Assembleia de Deus Madureira, Gondim é um soldado, que esta ferido e que deseja que Deus o restaure.
“Realmente, estas palavras de Gondim entristeceu muito o meu coração. Um homem que foi usado de uma maneira poderosa nas mãos de Deus, aos poucos foi se desviando, e… Um abismo chama outro abismo . Foi isso o que aconteceu na vida deste homem. Mas Gondim, eu acredito que você ainda tem crédito com Deus, não importa os seus erros, pois onde abundou o pecado superabundou a benção, a graça e a restauração. O desejo mais sincero do meu coração, e eu creio com fé em Deus, que Ele irá restaurar a sua vida Gondim, vai lhe levantar, abrir a visão, você não vai morrer tão cedo não, Jesus vai lhe restaurar, restaurar a sua fé, restaurar a sua sabedoria… Você é um soldado ferido, nesse tempo de afastamento, eu creio que Deus irá mover a sua vida. Tú vais voltar a ser um homem de Deus, e eu creio que a glória da segunda casa será maior que a primeira…. JESUS TE AMA, E TE RESTAURA NO SEU NOME SANTO…”, escreve o diácono.

Leia o texto de Gondim na integra abaixo:
Recesso – preciso de um tempo / Ricardo Gondim
Por mais de um motivo, ficarei sem escrever aqui e no twiter. Vou me exilar de todas as redes sociais por um tempo. Mais cedo ou mais tarde chega o tempo em que algum ciclo se fecha. Como preciso saber discernir a minha hora: chegou um momento decisivo em minha vida.
Não escondo a minha profunda dor. Fui cuspido, difamado e ridicularizado por quem acreditei ser parceiro. Meu coração sofreu além da conta.
Noto que me resta pouco tempo de vida -não sei quanto, mas estou consciente de que é pouco. Em Fortaleza, tive que enfrentar um piquete na porta da igreja que eu considerava a menina dos meus olhos.
Depois, oportunistas se sucederam em me esfaquear. Pessoas baixas se revezaram em colocar o meu nome entre os grande apóstatas da fé. A Betesda em Fortaleza praticamente implodiu. A princípio, sofri. Depois, preocupei-me com amigos, parceiros e discípulos. Eles sofriam as consequências de minhas posições. Embora eu nunca, em tempo algum, tenha vendido a alma ao sucesso, não bastou. As pedradas não cessaram.
Eu podia ser outra pessoa. Estou consciente de meus dons e talentos. Sei que poderia tornar-me famoso e disputado entre os maiorais do movimento evangélico. Mas, não sei explicar, preferi o caminho dos proscritos. E a minha história virou piada; fui arrastado ao charco. Dei uma entrevista à revista Carta Capital (eu daria novamente, sem tirar uma vírgula) e os eventos desandaram. Antigos companheiros passaram a me evitar como um leproso. Reconhecer que homossexuais têm direito era um pecado incontornável. Contudo, prefiro o ódio de fundamentalistas e homofóbicos à falta de paz; quero poder deitar a cabeça no travesseiro com a consciência de que defendi o que é justo.
Eu supus ter amigos entre os envangélicos. Enganei-me. Quando a revista Ultimato me defenestrou como articulista, não contei com cinco amigos que ousassem dar a cara a bater por mim. Nessa hora vi o quanto fui usado. Eu não passava de grife, ornando panfletos de eventos. Saí de casa, deixei meus filhos, esqueci meus pais, dormi em hotéis de quinta categoria, para dar credibilidade a conferências chinfrins. Os amigos, que supunha de caminhada, se calaram. Estavam preocupados com eles mesmos na hora do meu linchamento. Os meus verdadeiros amigos se resumiam aos poucos parceiros que sobraram na Betesda e me deram a mão. Só um punhado se solidarizou quando me viu arrastado na sarjeta. Alguns, para minha profunda decepção, se aproveitaram de vírgulas doutrinárias para jogar ainda mais querosene no fogo brando que fundamentalistas acenderam.
Na verdade, estou exaurido. Agora virou questão de saúde. Como não posso respirar, minimamente, o ar dos evangélicos não serve como terapia. Deixei de acreditar na grande maioria dos líderes, pastores, teólogos e missionários evangélicos. Não confio nos que se dizem pregadores da Boa Notícia do Nazareno; e isso é ruim. Depois de presenciar excrescências éticas, depois de ver-me roubado em direitos autorais, depois de usado e sugado não quero mais a piedade plástica e mentirosa dos que se sentem responsáveis pela salvação do mundo. A subcultura religiosa que me acalentou e me fez um homem bem sucedido agora me traumatiza. E quando a gente perde o respeito, acabam-se os argumentos.
Sinto que chega a hora de começar outro ciclo. Não sei como, mas para que aconteça, meu primeiro passo deve ser o exílio das redes sociais. Quanto tempo fico fora deste site e do twiter, não sei. Mas, igual aos adolescentes quando querem acabar o namoro, digo: preciso de um tempo.
Resta-me a igreja Betesda, minha comunidade de fé na Avenida Alberto de Zagottis, 1000. Ali é minha cidade de refúgio. Continuarei liderando o pequeno rebanho de homens e mulheres que, apesar de toda a propaganda danosa, ainda se reúne para me ouvir nos domingos. Com eles, e por causa deles, continuo.
Saio das redes sociais por recomendação médica; mas, também, por bom siso: preciso procurar alguma caverna, e lá, trocar de pele.

Cristãos da Índia falam sobre mudança de vida proporcionada por trabalho missionário do Portas Abertas

Cristãos da Índia falam sobre mudança de vida proporcionada por trabalho missionário do Portas Abertas
Há cerca de dois anos, comunidades cristãs dos vilarejos de Badabanga e Bandabaju, montanhas de Kandhamal, no estado de Orissa, na Índia, estavam desabrigadas desde que extremistas hindus irromperam em violência em agosto de 2008, matando 120 cristãos, destruindo centenas de igrejas e derrubando 6 mil casas na região. Cerca de 52 mil cristãos ficaram desalojados em Orissa.
Expulsos de seus vilarejos, os cristãos sobreviventes foram avisados que somente teriam permissão para voltar se renunciassem sua fé em Cristo. Decididos a não abandonar sua fá, esses cristãos sem terra não tiveram nenhuma fonte de renda. Os negociantes hindus não os empregavam mais como diaristas para cortar pedras. As mulheres foram banidas das florestas, onde sempre tinham estado, juntando folhas para fazer pratos de folhas e vendê-los. Pais temerosos não ousavam mais enviar seus filhos para a escola, onde eram firmemente discriminados pelos colegas hindus.
“Eles precisavam ser capacitados, não alimentados, de forma a recuperar sua dignidade e sua vida”, explicou um obreiro de campo da Portas Abertas, sobre o trabalho que foi iniciado na região. A entidade começou há dois anos, um trabalho de estudo bíblico e uma série de atividades voltadas para o desenvolvimento urgente e necessário da comunidade local, onde a maioria dos adultos não sabia sequer ler e escrever.
Com o tempo, o trabalho foi estendido também entre as crianças hindus, que chegaram a superar as cristãs em números entre os que se juntavam para ouvir histórias do Evangelho e mensagens cristãs em um ambiente positivo.
Hoje, os cristãos da região falam sobre a mudança de vida causada pelo trabalho missionário do local e mostram suas esperanças em ter uma vida ainda melhor.
Balma Digal, uma viúva com três filhos e uma sogra de 70 anos para cuidar, conta hoje sobre os resultados dos trabalhos do Portas abertas no local: “Estava além de minha imaginação que eu pudesse ter uma bela casa para minha família”.
Através de várias iniciativas de Portas Abertas, Balma aprendeu a ler e a escrever, seus filhos entraram na escola-ponte para continuar seus estudos e, agora, tem sua própria casa.
“Eu creio que um dia, nosso vilarejo será definitivamente um modelo para os outros!”, disse Sunil Nayak, de Bandabaju. Após perder tudo e lutar para sobreviver, ele e sua família tinham vivido sob uma cobertura de plástico. “Durante o verão, sentíamos o calor escaldante nos fazendo derreter. Na estação das chuvas, a água jorrava para dentro e, algumas vezes, o vento levava nosso abrigo para longe. No inverno, nós tremíamos enquanto dormíamos no chão. Mas agora minha família pode permanecer junta e ser protegida do calor, da chuva e do frio. É difícil acreditar que tenho minha própria casa! Agradeço a Deus por enviar a Portas Abertas para o meu vilarejo”.

Magno Malta discursa no plenário sobre marco regulatório que pode impedir pregação evangélica no rádio e TV


Magno Malta discursa no plenário sobre marco regulatório que pode impedir pregação evangélica no rádio e TV Com a divulgação de notícias de que o governo está preparando um decreto para proibir que emissoras de televisão aluguem espaços em sua grade de programação para igrejas evangélicas, o senador Magno Malta se manifestou na tribuna o plenário afirmando que tal medida é absurda e vai contra a liberdade.
Entre discursos sobre aborto, homofobia e sobre a PL 122, o senador citou um pacote que está sendo preparado pela presidente Dilma Rousseff que, segundo Malta, servirá para cercear a liberdade na mídia. O senador cita que algumas medidas desse pacote vão proibir redes de televisão e canais que têm concessão pública de vender espaços em sua programação.
Malta afirma que essa medida foi criada porque tem muitos pastores evangélicos e padres que estão pregando através de espaços de televisão comprados dessas emissoras. Malta relacionou essa media a uma afirmação feita por Gilberto Carvalho de que a próxima medida do governo seria a de enfrentar os evangélicos.
O senador ressaltou a importância do trabalho feito pelos pastores através de seus programas de Tv, afirmando que o a obra de pregação do evangelho é muito maior que apenas um trabalho social. “Não é obra social, é um resgate que é feito por dentro, a partir do coração e não do exterior”.
Mencionando a política de redução de danos para a realização de aborto ilegal, Malta afirmou que tal resgate não pode ser feito através de redução de danos, e que tal medida é a maior piada que ele já viu em sua vida. O senador falou também sobre a redução de danos em uso de drogas e que isso é na verdade um aumento de danos.
O senador falou durante essa semana também sobre a censura que sofreu em seu site, por publicar notícias com informações do inquérito policial e denúncias do Ministério Público contra o médico bariátrico, Marcio Café Cardoso Pinto, que em um vídeo é apontado com responsável pelo estupro do filho. “Estou estupefato por uma decisão que considero agressiva e incauta, pois não denunciei nenhuma pessoa, apenas estou reproduzindo provas levantadas pela polícia e pelo Ministério Público”, se defendeu o senador, que na próxima semana assume a presidência da subcomissão de combate a Pedofilia na Comissão de Direitos Humanos do Senado.

0 Ossada encontrada por arqueólogos pode ser de João Batista

Ossada encontrada por arqueólogos pode ser de João Batista
Ossada encontrada por arqueólogos pode ser de João Batista
Estudos arqueológicos revelaram que uma ossada encontrada em uma igreja búlgara em 2010 pode ser de João Batista.
A constatação foi feita por pesquisadores da Universidade de Oxford, Grã-Bretanha, que submeteram os ossos a uma nova datação de carbono 14.
Os ossos foram encontrados em uma igreja localizada na ilha búlgara denominada Sveti Ivan, que significa, literalmente, “São João”. Perto o altar da igreja, os arqueólogos encontraram um pequeno sarcófago de mármore contendo restos humanos – entre os quais uma falange, um dente e a face de um crânio.
Os arqueólogos também encontraram, ao lado do lado do sarcófago, uma pequena caixa com inscrições em grego antigo mencionando explicitamente São João Batista. O texto em questão pede a ajuda de Deus para “nosso servo Thomas”, que segundo certas teorias teria ficado encarregado de levar estas relíquias para a ilha búlgara.
De acordo com iG, um grupo de cientistas, da Universidade de Copenhague, reconstituiu uma parte do genoma de três ossos, e concluíram que as sequências de DNA obtidas pertenceram a um único indivíduo. Segundo os cientistas, trata-se provavelmente de um indivíduo sexo masculino, portador de genes característicos do Oriente Médio, região de onde São João Batista era originário.
“Nós ficamos surpresos que a datação tivesse revelado uma idade tão avançada. Nós pensamos que os ossos fossem mais recentes, talvez dos séculos III ou IV. Contudo, os resultados são realmente coerentes com qualquer um que tenha vivido no século I”, declarou o professor Higham, que observou: “Se se trata de São João Batista ou não é uma pergunta que nós não podemos e provavelmente nunca poderemos responder”.

2 Deus salvou criança depois de levar um tiro na nuca

Uma criança foi atingida pelo disparo de uma espingarda de chumbinho que foi disparada por seu irmão, de apenas nove anos. O incidente aconteceu em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba.
Deus salvou criança depois de levar um tiro na nuca
Deus salvou criança depois de levar um tiro na nuca
Apesar de ter sido atingida na nuca, a menina, de cinco anos, passa bem. A mãe das crianças, Angelina Fagundes dos Santos concedeu uma entrevista ao G1 na última quarta feira, onde explicou o ocorrido.
“Eu estava na casa do meu namorado e ele sempre deixa a espingarda em lugares altos. Desta vez, por um descuido, ele pegou para colocar chumbinho e foi até a lavanderia. No mesmo momento, um vizinho o chamou no portão. Foi então que ele deixou a espingarda na lavanderia e foi ver o que o vizinho queria. Enquanto isso, meu filho de nove anos encontrou a espingarda”, explicou a mãe.
Ela disse ainda que tentou impedir o filho de mexer na arma, mas não conseguiu intervir a tempo. “Foi tudo muito rápido, quando eu abri a boca para falar para ele não encostar, ele já tinha disparado. Foi um susto enorme quando vi que o disparo acertou minha filha. Eu corri para pedir ajuda e levamos ela para o hospital”, explicou.
A criança de 5 anos foi atingida na nuca e passou por 4 horas de cirurgia para retirada do chumbinho. Depois da cirurgia a menina ficou em observação na UTI do hospital e, pouco depois, foi transferida para o quarto. Segundo Angelina, a garota ainda inspira cuidados, mas já está bem: “Só estamos aguardando o médico liberá-la para voltar para casa. Vou me dedicar 24 horas por dia se for necessário para que minha filha volte a viver normalmente”.
O neurocirurgião e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Luiz Ernani Madalozzo comentou sobre o disparo que, segundo ele, deve ter sido efetuado a uma distância bem próxima da vítima, já que o chumbinho dificilmente consegue penetrar o crânio. “Quando ele penetra, passa a funcionar como se fosse uma bala comum, de tamanho menor”, explicou o médico, que disse ainda: “Um projétil comum sai incandescente da arma, portanto a bala fica esterilizada. Já com o chumbinho isso não acontece, ele traz todo tipo de sujeira. Então, além da lesão causada pelo projétil, há mais esse problema”.
Sobre a recuperação da filha, Angelina atribui a um milagre divino: “Foi Deus quem salvou ela. Minha filha se recuperou rápido e devo isso às várias pessoas que rezaram e que nos apoiaram durante esses dias”, disse.
Por se tratar de uma arma de pressão, a espingarda não exige porte de arma. Porém o proprietário da arma deverá responder por lesão corporal culposa, segundo informou o delegado Amadeu Araújo, que investiga o caso.

Menino de 11 anos é ordenado pastor e ministra cultos em igreja pentecostal

Ezekiel-Stoddard-200x150
Em uma igreja localizada no sudeste de Washington, alguns dos cultos para adolescentes são liderados por um pastor muito jovem.
Ezekiel Stoddard foi ordenado pastor na igreja Pentecostal onde sua mãe e padrasto são pastores e, aos 11 anos, vestido com um terno e com sua Bíblia nas mãos fala para adolescentes, vestidos com camisetas em uma reunião da igreja.
Em um sermão intitulado “Não tenha medo”, que foi acompanhado pela agência O Globo, o pastor mirim diz entender que jovens possam ser afligidos por perigos e dúvidas, mas que Deus vai tomar conta deles mesmo que eles O deixem.
A pregação do jovem pastor é intermeada por referências a passagens bíblicas e gritos de amém dos fiéis, entre os quais se destacam os de sua mãe, que da primeira fileira registra tudo em sua câmera filmadora.
Segundo a agência O Globo, Ezekiel faz parte de uma tradição centenária que se mantém ao redor do mundo, e mesmo com os países cada vez mais modernos e sofisticados, pastores mirins continuam a ser objeto de fascinação e debate. No caso de Ezekiel, sua ordenação ocorreu em um ato sancionado pelo estado de Maryland, no mês passado.
Para os céticos tais pregadores são mais motivados pela atenção que recebem e pelo empurrãozinho dos pais do que por Deus, eles questionam ainda se uma criança pode entender a mensagem divina ou os meandros de uma igreja.
Apesar da opinião dos céticos, muitos acreditam que Deus pode falar através de uma criança, como afirma o reverendo Al Sharpton, que começou a pregar quando tinha 4 anos. David Warren, que faz parte do coral que se apresentou na ordenação de Ezekiel na Igreja Plenitude do Tempo também questiona: “Deus pode usar qualquer um, por que não uma criança?”.
As pessoas que convivem com o jovem Ezekiel concordam com Warrem e afirmam que o pastor mirim é comprometido e maduro muito além de sua idade. Sua mãe, Adrienne Smith, que também é pastora afirma: “Ezekiel realmente estuda a Bíblia. Ele irá cruzar referências e irá fundo nas Escrituras”.
O pequeno pastor afirma que Deus falou com ele em um sonho quando tinha 8 anos, mas conta também os problemas que enfrenta por ingressar tão novo nesse ministério. “O mais difícil é quando eu falo (aos amigos sobre Jesus), alguns me deixam de lado e dizem ‘Você não anda mais com a gente’. Mas foi pra isso que Deus nos fez. Não somos cristãos para não vivenciar nada. Deus quer que passemos por tudo para nos fazer mais forte em Sua palavra”, relata.
Ele completa dizendo ainda que as críticas não vêm apenas de outras crianças, mas também de pessoas mais velhas. “Vários adultos me encaram como se eu fosse apenas uma piada – diz, sem soar incomodado. – Mas o que eles precisam saber é que, para mim, não é só sobre me tornar famoso e tudo mais. Para mim, é ministrar o Evangelho. Foi o que Deus me inspirou a fazer”, afirma o pastor mirim.