Digital clock

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Silvio Santos diz que não aluga horários no SBT para igrejas evangélicas por questão religiosa: “Judeu não deve alugar a televisão para os outros”

Silvio Santos diz que não aluga horários no SBT para igrejas evangélicas por questão religiosa: “Judeu não deve alugar a televisão para os outros”
Senor Abravanel, nome de batismo do apresentador Silvio Santos, não é a única coisa que o grande público não conhece a respeito do empresário. Silvio é descendente de judeus, e segue a religião de seus ancestrais, mesmo sendo casado com uma evangélica, a autora de novelas Irís Abravanel.
Numa de suas raras entrevistas, Silvio Santos falou que não aluga horários no SBT para igrejas evangélicas por uma questão de princípios religiosos.
“Judeu não deve alugar a televisão para os outros. Você não sabe que os judeus perderam tudo quando deixaram outras religiões entrarem em Israel? A história é essa: no dia em que os judeus começaram a deixar que outros deuses fossem homenageados em Israel, os babilônios foram lá e tiraram o templo e jogaram os judeus para fora. O judeu não pode deixar que na casa dele tenha outra religião. É por isso que não deixo nenhuma religião entrar no SBT”, afirmou à Folha de S. Paulo.
Silvio Santos comentou ainda sobre a disputa pelo segundo lugar de audiência com a TV Record, que atualmente atravessa crise financeira: “Estamos lutando. O lugar [no ranking] é importante, mas a administração [correta da empresa] é melhor. A Record está perdendo um dinheirão. Por quê? Porque está administrando mal. Está jogando dinheiro fora [risos]“, disse o apresentador.
Segundo Silvio Santos, existem propostas para fazer um filme sobre sua história de vida, mas ele não aceita: “Por que eu não dou entrevista, não concordo com livro sobre mim, com filme? Se nenhum advogado, nenhum médico ou professor é cercado de todas essas regalias, eu também não devo ser”.

Comissão de Constituição e Justiça aprova PEC 99/11, que dá poder às igrejas evangélicas de questionarem leis no STF

Comissão de Constituição e Justiça aprova PEC 99/11, que dá poder às igrejas evangélicas de questionarem leis no STF
O Projeto de Emenda à Constituição (PEC) 99/2011 que prevê a inclusão de entidades religiosas de âmbito nacional na lista de instituições que podem propor ação direta de inconstitucionalidade ou ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF) foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.
Em votação realizada nesta quarta-feira, 27 de junho, os parlamentares que entidades como o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, a Convenção Batista Nacional e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), podem impetrar ações diretamente no STF a respeito de temas que estejam sendo discutidos na sociedade.
A PEC 99/2011 é de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), que é delegado e, portanto, tem formação acadêmica em Direito. Campos também é o autor do projeto 234/2011, apelidado de “cura gay”, e que deverá ser votado na próxima semana no plenário da Câmara.
Agora que foi aprovada na CCJ, a PEC 99/2011 deverá ser analisada por uma comissão especial antes de ser votada no plenário, em dois turnos.
A prerrogativa para essas ações, atualmente, é restrita ao presidente da República; à mesa do Senado Federal e da Câmara dos Deputados; as mesas das Assembleias Legislativas ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal; governadores de Estado ou do Distrito Federal; o procurador-geral da República; o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); partidos políticos com representação no Congresso Nacional; e confederações sindicais ou entidades de classe de âmbito nacional, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.
O deputado João Campos afirmou que considera a PEC uma “ampliação da cidadania e do acesso à Justiça”, pois aumenta a representatividade legal de entidades que abrigam milhões de brasileiros.
“Alguns temas dizem respeito diretamente às entidades religiosas. A questão da imunidade tributária, por exemplo, assim como a liberdade religiosa e o ensino religioso facultativo, entre outros. Se tivermos em algum momento alguma lei que fere um desses princípios não teríamos como questionar isso no Supremo. Com a proposta, estamos corrigindo uma grave omissão em que o constituinte incorreu ao deixar essa lacuna”, argumentou o parlamentar, que é evangélico.

RBS TV, afiliada da Globo, usa diabo “bonzinho” em comercial para crianças e gera polêmica com cristãos


RBS TV, afiliada da Globo, usa diabo “bonzinho” em comercial para crianças e gera polêmica com cristãos
Uma campanha pela melhoria da educação com uma mensagem inusitada, voltada para crianças, está causando polêmica entre cristãos. Intitulada “A Educação Precisa de Respostas”, a campanha é levada ao ar pela RBS TV, que é afiliada à Rede Globo.
O vídeo da campanha foi apresentado no último dia 11 de junho, e traz um musical em que os personagens Diabo, Bicho-Papão, Mula Sem Cabeça, Bruxa Malvada, e o Boi da Cara Preta dizem ser atenciosos com a educação de seus filhotes e pedem maior atenção com as escolas, de acordo com o site da emissora.
A iniciativa havia sido lançada em 2003, e agora, a RBS resolveu reeditar a campanha: “Acreditamos que, ao trazer de volta personagens tão queridos, vamos engajar um público mais amplo, especialmente as crianças e os adolescentes, sem perder a consistência de conteúdo que requer esse assunto tão relevante para o desenvolvimento do nosso país”, declarou Nelson Sirotsky, presidente do Conselho de Adminitração do Grupo RBS.
Eduardo Sirotsky Melzer, presidente executivo do Grupo RBS, a campanha se justifica pela obrigação da emissora em se empenhar no tema: “A educação abre as portas para um mundo de inovação e conhecimento e é o que faz diferença e dá condições de realização na vida das pessoas. Com os monstrinhos, queremos conquistar a adesão da comunidade para essa bandeira”.

Repercussão
Nas redes sociais, as reações à campanha foram diversas, com pessoas manifestando desde apreço até repúdio pela iniciativa de vincular a imagem de personagens folclóricos e do diabo à educação.
Uma avó publicou na página da campanha no Facebook um depoimento dizendo que seus netos “adoravam” os personagens: “Emylly de 5 anos adora o diabinho e a bruxinha, e o Bernardo gosta do boi da cara preta e bicho-papão. Afinal eles gostam de todos. Gostaria de saber como conseguir os adesivos dos monstrinhos para eles pois, sou uma avó que ama seus netos”, escreveu Greice Lopes.
A reação, no entanto, não foi semelhante por parte de uma menina, que repudiou a campanha: “Meu nome é Valentina, eu tenho 8 anos. Eu posso ser pequena mas acho uma palhaçada essa coisa de diabo. Querem que nos dormimos com monstros. Diabo existe, porque se existe o bem existe o mau”, protestou.
No Twitter, o internauta Samuel Rodrigo ironizou a emissora pela campanha: “Uma vez as crianças aprendiam que Deus era o papai do céu, o bonzinho e o Diabo era o malvado. Agora a RBS igualou tudo”.
O casal Omar e Sandra seguiu a mesma linha: “Campanha ‘educacional’ da RBS invoca diabo bonzinho, bruxa boazinha e outros monstros!! Bem como o diabo gosta!”.

Michael W. Smith afirma que em conversa com Billy Graham, o evangelista disse que “não pode mais esperar para ir ao céu”

Michael W. Smith afirma que em conversa com Billy Graham, o evangelista disse que “não pode mais esperar para ir ao céu”
Michael W. Smith abraça Billy Graham observado por Toby Mac, durante evento em 1994
Durante uma apresentação na última terça-feira na cruzada Minha Esperança em St. Louis, Missouri, o cantor Michael W. Smith afirmou que numa de suas conversas com Billy Graham, o evangelista de 94 anos afirmou que “não pode mais esperar para ir para o céu”.
Smith e Graham tornaram-se amigos após uma apresentação do cantor num evento chamado Noite da Juventude, no Estado de Ohio, em 1994. Naquela noite, além de Michael W. Smith, o cantor Toby Mac, então vocalista da banda DC Talk, também se apresentou no evento.
“Eu tento a cada três, quatro ou cinco meses, fazer uma visita a Billy, e ele sempre diz que deseja que eu faça amizade com pessoas mais jovens, porque todos os seus amigos têm ido para o céu”, contou Michael W. Smith, durante o show. “E por isso é uma honra ser seu amigo. E cada vez que eu vou, nós conversamos sobre a família e as crianças, mas ele também fala sobre o céu. ‘Eu simplesmente não posso esperar, eu estou indo’ diz ele. Eu sempre o digo para esperar, para não ir tão rápido, mas, literalmente, cada vez que ele fala sobre o céu, ele diz ‘honestamente não posso esperar para ir’”, relatou.
De acordo com o Christian Post, Michael também revelou que está produzindo um álbum baseado no tema do livro The Reason For My Hope (que pode ser traduzido como “A Razão da Minha Esperança”), escrito por Billy Graham.
“Quando estávamos a montar esse projeto, obviamente, em torno do Minha Esperança e em torno de determinados temas sobre os capítulos do livro… Eu senti o desejo de escrever uma canção que fosse apropriada, que fosse centrada em torno de minhas conversas com ele, pelo seu desejo desesperado de estar fora daqui”, disse Smith, antes de cantar a música “Take me Home”.

Não me deixe morrer!



O presidente venezuelano, Hugo Chavez, sussurrou suas últimas palavras em seu leito de morte, pois não tinha mais forças para falar alto. Ele suplicou: “Eu não quero morrer! Por favor, não me deixem morrer!” Todos nós temos um encontro marcado com a morte! A Escritura nos diz: “aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo”. Não se preparar para esse encontro com a morte é tratar o aviso de Deus com absurda negligência e é ser tão insensato como o tolo que diz: “NÃO!”
Jesus faz o convite a cada pecador: “Venha”. Venha a Ele pela fé, admitindo que é um pecador e merecedor da ira de Deus. Venha – crendo que Ele é quem Deus diz que é: Deus. Ele é o Salvador que veio para morrer na cruz. Ele recebeu a vergonha e o castigo do seu pecado, o julgamento que você merece. Ele morreu em seu lugar. Deus disse que Ele ressuscitou e que está assentado ao lado de Deus. Jesus espera por sua reação. Qual será sua resposta? Você crerá nEle? Você virá a Ele?
As últimas palavras do evangelista D.L. Moody foram bem diferentes das do presidente Hugo Chavez. Moody disse: “A terra recua, o céu se abre perante mim. Deus está me chamando, e eu preciso ir! … Este é o meu triunfo; este é o dia da minha coroação! É glorioso!”
“Prepara-te para te encontrares com o teu Deus” são as palavras de Amós, o profeta enviado do Céu. Se você quiser conversar confidencialmente sobre isso, pode entrar em nosso chat: www.bbnchat.org e um de nossos atendentes conversará com você.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Papa Francisco reconheceu a existência de corrupção e lobby gay no Vaticano, diz agência

Papa Francisco reconheceu a existência de corrupção e lobby gay no Vaticano, diz agência
Papa Francisco em reunião com diretoria da CLAR
A existência de um lobby gay e focos de corrupção no Vaticano foi apontado há meses como o motivo que levou Bento XVI a renunciar ao pontificado. Agora, meses depois de eleito, o papa Francisco teria reconhecido que a Igreja Católica realmente enfrenta uma crise com essas questões.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Numa reunião com a diretoria da Confederação Latino-Americana e Caribenha de Religiosas e Religiosos (CLAR), Francisco teria admitido a necessidade de reformar a estrutura do Vaticano: “Na Cúria há gente santa, de verdade, há gente santa. Mas também há uma corrente de corrupção, também há, é verdade. Hoje se fala de ‘lobby gay’ e é verdade, ele existe… é preciso ver o que podemos fazer”, teria dito o papa, de acordo com informações da AFP.
Ainda segundo o papa, ele não seria a pessoa ideal para conduzir essa reforma: “Sou uma pessoa desorganizada, nunca fui bom nisso. Mas os cardeais da comissão vão levá-la adiante”, afirmou, referindo-se ao grupo de oito cardeais que foram nomeados por ele para assessorá-lo na questão. “A reforma da Cúria Romana é algo que quase todos os cardeais pediram nas congregações anteriores ao conclave. Eu também a pedi. A reforma não pode ser feita por mim…”, observou.
Fazem parte do grupo nomeado para estudar os pontos que precisam ser mudados na administração do Vaticano o cardeal hondurenho Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, arcebispo de Tegucigalpa, que é conhecido por suas posições a favor de uma reforma no governo central da Igreja Católica, e o chileno Francisco Javier Errázuriz Ossa, arcebispo emérito de Santiago do Chile, profundo conhecedor dos bastidores da sede da denominação.
Durante o encontro, Francisco também recomendou que as lideranças regionais da Igreja Católica se esforcem em fazer a denominação se movimentar: “Vocês vão se equivocar, vão fazer bobagem, isso acontece! Talvez até vão receber uma carta da Congregação para a Doutrina [da Fé] dizendo que vocês disseram tal e tal coisa… Mas não se preocupem. Expliquem o que tenham que explicar, mas sigam em frente… Abram portas, façam algo aí onde a vida clama. Prefiro uma Igreja que se equivoca por fazer algo do que uma que adoece por ficar fechada”, incentivou.
O papa ainda pontuou que a Igreja precisa cumprir seu papel original e promover transformações sociais. O pontífice criticou as desigualdades sociais, o apego ao dinheiro, entre outros.
“É preciso inverter a moeda. Não é notícia que um idoso morra de frio durante a noite, ou que haja tantas crianças sem educação, ou com fome – eu penso na Argentina… Ao invés, as principais bolsas do mundo sobem ou descem três pontos e isso é um acontecimento mundial. É preciso inverter! Não pode ser. Os computadores não são feitos à imagem e semelhança de Deus, são um instrumento, sim, mas não mais do que isso. O dinheiro não é imagem e semelhança de Deus. Só a pessoa é imagem e semelhança de Deus. É preciso inverter. Esse é o Evangelho”, disse aos diretores da CLAR.
Nesse contexto, Francisco criticou a postura da Igreja Católica de apenas condenar o aborto, mas não estudar as causas do problema: “É preciso ir às causas, às raízes. O aborto é ruim, mas isso está claro. Mas o que há por trás do fato de aprovar essa lei, que interesses estão por trás…? Às vezes, são as condições postas pelos grandes grupos para apoiar com dinheiro, sabem? É preciso ir às causas, não podemos ficar apenas nos sintomas. Não tenham medo de denunciar… Vocês vão se dar mal, vão ter problemas, mas não tenham medo de denunciar. Essa é a profecia da vida religiosa”, enfatizou, segundo informações do site Reflexión y Liberación.

Prefeita entrega as chaves da cidade a Jesus Cristo e diz que Ele é a autoridade máxima em seu governo

Prefeita entrega as chaves da cidade a Jesus Cristo e diz que Ele é a autoridade máxima em seu governo
Num gesto simbólico durante um evento evangélico, a prefeita Margarita Arellanes Cervantes, da cidade de Monterrey, no México, entregou as chaves da cidade a Jesus Cristo e afirmou que Ele passava a ser a maior autoridade municipal.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O discurso de Cervantes foi ovacionado com aplausos, elogios e gritos de aleluia pelos fiéis que estavam presentes no “Ora Monterrey”, evento organizado pelo conselho de pastores local.
“Eu abri as portas deste município a Deus como a autoridade final, eu reconheço que sem a Sua presença e Sua ajuda não podemos ter sucesso real. Nós temos sido nos últimos meses, e digo isto com humildade, testemunhas de uma mudança positiva cada vez mais evidente em nossa cidade e podemos dizer que isso aconteceu porque nós abrimos a porta para Deus”, afirmou a prefeita.
Aparentemente, a ideia não foi unanimidade e a postura religiosa da prefeita tem rendido críticas. Margarita Arellanes Cervantes comentou o fato: “É engraçado como alguns se ofendem quando falamos de Deus publicamente. São intolerantes, e não fazem propostas responsáveis para construir um país melhor. [Os críticos] são silenciosos e mudos”, disse a prefeita.
“Vivemos em uma nação que canta todos os dias que o destino dos mexicanos pelo dedo de Deus foi escrito, mas ao mesmo tempo limita a atuar em segredo, ignorando quase todas as esferas da sociedade. Nem é preciso explicar o que uma sociedade sem Deus pode ter dor, pobreza e violência”, discursou a prefeita, que complementou dizendo que a entrega das chaves da cidade para Jesus Cristo é um convite feito “humildemente a Deus para vir a esta cidade e fazer a Sua morada. Senhor Jesus Cristo, bem-vindo ao Monterrey, a casa que nós construímos, é sua casa, obrigado”.


Assista ao discurso da prefeita Margarita Arellanes Cervantes (se preferir, use o serviço de legendas do Youtube, na barra inferior do vídeo):

Tecnologia para o Futuro: projeto oferece capacitação profissional em informática a adolescentes

Tecnologia para o Futuro: projeto oferece capacitação profissional em informática a adolescentes
O projeto Tecnologia para o Futuro é uma iniciativa pensada para a capacitação de jovens como técnicos em informática, com o complemento de reforço escolar e atividades que transmitem valores humanos, como ética, cidadania, vida em sociedade, altruísmo e força do trabalho.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O idealizador do projeto é o Instituto Brasileiro para Boa Convivência Intergeracional e Ambiental (IBBCIA), entidade que promove atividades culturais, desportivas e educacionais e tem sua filosofia de ensino fundamentada nos princípios da pedagogia que projeta a educação para a excelência.
Há, como parte dos valores transmitidos pelo projeto, uma proposta de reflexão para os alunos a respeito da necessidade da adoção de práticas sustentáveis, como forma de preservação do meio ambiente.
O projeto Tecnologia para o Futuro atende atualmente, 60 adolescentes de 12 a 17 anos, e beneficia indiretamente outras 543 pessoas, entre amigos, familiares e vizinhos em geral.
A iniciativa foi reconhecida pela Unesco como relevante socialmente falando, e em 2013 receberá verbas do programa Criança Esperança. Os valores repassados serão usados na implantação de um laboratório de informática equipado com 16 computadores, estabilizadores, fones de ouvido, programas, roteador, webcam, cadeiras e bancadas.
O saldo do valor usado na compra dos equipamentos será destinado ao custeio da equipe, que é formada por um coordenador pedagógico, um professor de informática e um professor de valores humanos, além de  eventuais despesas com materiais, transporte, encargos sociais e outros.
Saiba mais sobre o projeto e o Instituto Brasileiro para Boa Convivência Intergeracional e Ambiental através do e-mail ibbcia@yahoo.com.br .

Pastor Silas Malafaia diz que o dízimo, “além de ser uma ordenança, sempre envolveu bênçãos de prosperidade”; Leia na íntegra

Pastor Silas Malafaia diz que o dízimo, “além de ser uma ordenança, sempre envolveu bênçãos de prosperidade”; Leia na íntegra
Os dízimos, prática comum entre cristãos protestantes, causam polêmica quando questionados internamente ou até, por pessoas que não praticam a mesma fé.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Há quem defenda que a Nova Aliança, estabelecida a partir do sacrifício de Jesus na cruz, aboliu a obrigatoriedade de contribuição com o dízimo.
O pastor Silas Malafaia escreveu um artigo sobre o tema, e criticou o materialismo de quem se nega a entregar o dízimo como contribuição para as igrejas.
Segundo Malafaia, o dízimo é parte de uma promessa: “Além de ser uma ordenança, o dízimo sempre envolveu bênçãos de prosperidade, conforme Provérbios 3.9,10 e Malaquias 3.10-12”, escreveu.
O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo afirmou que “no Novo Testamento, não há nova regra para o dízimo”, pois “Jesus não condenou nem ab-rogou essa prática; apenas criticou o comportamento hipócrita dos religiosos que davam dízimo para se autopromoverem, sonegando o mais importante da Lei: o juízo, a misericórdia e a fé (Mateus 23.23)”.
Para Silas Malafaia, a contribuição com o dízimo é uma demonstração de fé, gratidão e obediência do cristão: “O Senhor se agrada daquele que dá voluntariamente e com alegria (2 Coríntios 9.7), e não daquele que apenas cumpre uma obrigação religiosa, por medo de atrair uma maldição ou de ir para o inferno. O cristão genuíno é conhecido pelo amor, pela fé, pela obediência e pela submissão ao Todo-poderoso. É impossível desassociar o dízimo e as ofertas de certas virtudes fundamentais da vida cristã. Logo, dar o dízimo atesta se o cristão crê em Deus e na Sua Palavra, se reconhece que Ele é o Provedor, se lhe é grato e se deseja contribuir para o evangelismo e o estabelecimento efetivo do Reino de Deus em cada coração”.
Não contribuir, na visão exposta por Malafaia, torna-se pecado por dar sinais de avareza: “A despeito disso, existem muitos cristãos que não percebem que dar o dízimo é um privilégio. Eles não conseguem entregar nem 10% do seu salário à causa do evangelho. Esse apego ao dinheiro demonstra um materialismo exacerbado e até avareza, um pecado de idolatria (Colossenses 3.5). E foi para evitar isso que o Senhor instituiu o dízimo”.
Confira a íntegra do artigo do pastor Silas Malafaia sobre o dízimo:
O dízimo ainda deve ser praticado à luz do Novo Testamento?
O dízimo representa a décima parte do fruto do nosso trabalho consagrada a Deus. É uma expressão da fé, do amor e da gratidão do cristão pelo favor divino que lhe assegura a vida e o sustento espiritual e material.
Essa ordenança da Lei mosaica (Levítico 27.32), que no Antigo Testamento assegurava o sustento dos sacerdotes e dos levitas, já era praticada antes de Moisés. Abraão e Jacó, por exemplo, entregavam o dízimo de tudo o que possuíam (Gênesis 14.18-20; 28.22). Além de ser uma ordenança, o dízimo sempre envolveu bênçãos de prosperidade, conforme Provérbios 3.9,10 e Malaquias 3.10-12.
No Novo Testamento, não há nova regra para o dízimo. Jesus não condenou nem ab-rogou essa prática; apenas criticou o comportamento hipócrita dos religiosos que davam dízimo para se autopromoverem, sonegando o mais importante da Lei: o juízo, a misericórdia e a fé (Mateus 23.23).
O Senhor se agrada daquele que dá voluntariamente e com alegria (2 Coríntios 9.7), e não daquele que apenas cumpre uma obrigação religiosa, por medo de atrair uma maldição ou de ir para o inferno.
O cristão genuíno é conhecido pelo amor, pela fé, pela obediência e pela submissão ao Todo-poderoso. É impossível desassociar o dízimo e as ofertas de certas virtudes fundamentais da vida cristã. Logo, dar o dízimo atesta se o cristão crê em Deus e na Sua Palavra, se reconhece que Ele é o Provedor, se lhe é grato e se deseja contribuir para o evangelismo e o estabelecimento efetivo do Reino de Deus em cada coração.
A despeito disso, existem muitos cristãos que não percebem que dar o dízimo é um privilégio. Eles não conseguem entregar nem 10% do seu salário à causa do evangelho. Esse apego ao dinheiro demonstra um materialismo exacerbado e até avareza, um pecado de idolatria (Colossenses 3.5). E foi para evitar isso que o Senhor instituiu o dízimo.
Quando devolvemos a Deus os 10% que Ele requer para que haja mantimento em Sua casa, estamos dizendo que Ele é o Senhor da nossa vida, que reconhecemos que tudo que somos e temos vem dele e pertence a Ele; somos apenas os mordomos.
O cristão que entrega o dízimo demonstra ter visão espiritual, fé nas promessas de Deus, compromisso com a igreja, com sua liderança e com a causa do evangelho, e será ricamente abençoado pelo Senhor.
Sugestões de leitura: 2 Crônicas 29; Malaquias 3.10-12

Pastores evangélicos são espancados por extremistas hindus durante retiro espiritual na Índia

Pastores evangélicos são espancados por extremistas hindus durante retiro espiritual na Índia
Um retiro espiritual cristão na Índia foi invadido por extremistas hindus no último dia 04, culminando em um ataque de violência contra dezenas de pastores evangélicos que estavam reunidos no local. Os pastores atacados são da Igreja Batista do distrito de Mahehwaram Mandal, território de Hyderabad, capital de Andhra Pradesh, no centro-sul da Índia.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
De acordo com informações da Agência Fides, divulgadas através da All India Christian Council, uma organização ecumênica das comunidades cristãs na Índia, os extremistas invadiram a reunião da liderança evangélica indiana e começaram a desferir golpes com paus nos pastores.
O ataque foi feito por aproximadamente 50 membros do grupo “Rashtriya Swayamsevak Sangh” (Hindus Voluntários do Corpo), que acusaram os pastores por suposta conduta de conversão forçada.
Segundo o The Christian Post, os pastores registraram queixa da violência na polícia, e as comunidades cristãs do local estão organizando uma marcha pacífica em protesto contra a violência.
- Toda violência deve ser condenada, mas devo dizer que tais episódios não são muito frequentes em Andhra Prdesh – disse o padre Amal Yeruva Hyderabad, que flou também, à agência Fide sobre a ação dos grupos extremistas no país.
- Grupos extremistas hindus, na verdade, não são muito fortes em Aadhra Pradesh como eles são em outros estados indianos, como Chhattisgarh e Madhya Pradesh, em parte porque o partido político que protege o BJP (Bharatiya Janta party), não tem muitos seguidores – relatou o sacerdote católico.
Hoje, a Índia ocupa a 31° posição da lista de países com maior perseguição ao cristianismo e, de acordo com o relatório ‘Global Council of Indian Christians’ (GCIC), em 2012 foram realizados 135 ataques contra os cristãos no país.
O site do ministério Portas Abertas afirma que os ataques a igrejas e líderes acontecem com frequência no país, onde oito estados possuem leis que proíbem a conversão cristã e há até a limitação de empregos e empréstimos governamentais para cristãos.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Extremistas hindus espancam e ameaçam colocar fogo em pastores evangélicos

Extremistas hindus espancam e ameaçam colocar fogo em pastores evangélicos
Dois pastores cristãos foram espancados por um grupo de cerca de 200 extremistas hindus na aldeia de Korlahalli, perto de Mundargi, na Índia. Os extremistas golpearam e chutaram os pastores Mallik Arjun e Naik, ameaçando incendiá-los tentando os obrigar a adorar divindades hindus.
Depois de espancar o pastor Naik enquanto se ele dirigia para sua casa depois de dirigir um culto cristão em Sugar, o grupo o levou junto com o pastor Mallik Arjun a um templo hindu. Em um momento o pastor ajoelhou- se em um canto do templo e começou a orar.
- Um extremista me puxou a espada, me arrastou e me disse, ‘Você estar orando a Jesus mesmo em um templo hindu’, e em seguida tentou forçar-me a adorar os ídolos hindus. Eu perguntei por que me obrigava a adorar os ídolos e ele disse que ninguém pode me forçar, mas eu tenho o direito e escolher o Deus que quero adorar – relatou o pastor, segundo publicou o Religion Today.
- Eles gritavam uns para os outros e pegando a gasolina queria nos queimar – afirmou ainda o pastor, relatando que os extremistas hindus ameaçaram queima-los por serem cristãos e exigiram que eles deixassem de louvar a Jesus e proclamassem louvores a seus deuses dizendo: “Louvado seja Ram e louvores a Krishna”.
- Eu já lhes disse que não vou deixar Jesus… nunca vou dizer louvado seja Ram nem louvarei a Krishna – teria respondido o pastor Arjun, incitando ainda mais a raiva dos extremistas, que em seguida começaram a espanca-los com chutes e empurrões lhes rasgando suas roupas.
Muito machucados, os líderes cristãos terminaram no hospital, com diversas lesões e hematomas por todo o corpo.

Igreja evangélica constrói templo transparente na Espanha

Igreja evangélica constrói templo transparente na Espanha
A Igreja Evangélica de Castelldefels, localizada na região de Barcelona, na Espanha, está concretizando um antigo sonho de sua comunidade de ter uma igreja transparente. Trata-se de um projeto arquitetônico para construção de um templo que torne suas atividades totalmente visíveis para as pessoas que estão do lado de fora.
O edifício está baseado na ideia de uma igreja que quer se mostrar “transparente” para a comunidade, e terá um edifício moderno aberto. O que está dentro de quatro paredes está também aberto a todas as pessoas visualmente.
O arquiteto Jon Tugores, responsável pelo desenvolvimento deste projeto, tem em seu portfólio obras reconhecidas na cidade de Barcelona. Para Tugores se trata de um “muito completo, muito interessante, e que certamente vai ajudar na comunicação do ‘conceito evangélico’”.
Considerado por todos um projeto é inovador, a construção final do modelo do novo templo exibe uma única igreja, que contará com um edifício multi-nível, e terá muito de sua construção “aberta” para que, através de grandes janelas, escadas e claraboias, seja aberta visualmente para todos que passam por perto. Até mesmo a sala de culto é parcialmente visível a partir do exterior.
Veja uma imagem conceito do projeto e fotos da obra:
templo
templo-transparente
templo-transparente-02
templo-transparente-03
templo-transparente-04
templo-transparente-05
Por Dan Martins, para o Gospel+

“Cristãos secretos” na Coreia do Norte são detidos em campos de concentração por se recusarem a reconhecer ditador Kim Jong Un como divindade

A Coreia do Norte, país que tem estampado as manchetes da imprensa mundial por ameaçar atacar a Coreia do Sul e os Estados Unidos, é tida pelas organizações missionárias como a nação mais fechada ao cristianismo, e por consequência, o país que mais persegue cristãos em todo o mundo.

“Cristãos secretos” na Coreia do Norte são detidos em campos de concentração por se recusarem a reconhecer ditador Kim Jong Un como divindadeNorte-coreanos que professam a fé cristã estão sendo mantidos em centros de detenção e privados de alimentação por se recusarem a reconhecer o ditador Kim Jong Un como uma divindade.
O país, que após a guerra das Coreias tornou-se comunista, é oficialmente ateu, mas na prática existe uma imposição de culto à dinastia Kim por parte do governo.
Kim Jong Sung, avô do atual ditador e já falecido, é considerado um ser de natureza divina, e seus descendentes herdaram, segundo a crença local, a divindade do líder e o direito a ocuparem o posto de chefe da nação.
De acordo com as leis do país, qualquer pessoa que professe uma fé que não coloque a dinastia Kim no centro de sua adoração, deve ser presa. Há informações, de acordo com o Acontecer Cristiano, de que imagens de satélite localizaram campos de concentração, onde são mantidos presas as pessoas que são consideradas criminosas de religião. Nesses campos, estariam aproximadamente 200 mil pessoas.
A perseguição a cristãos começou no país em 1953, e um dos casos mais emblemáticos é o desaparecimento de bispos católicos que viviam no país. As autoridades de Pyongyang, capital do país, negam haver a existência dos bispos e desde 1980, ignoram qualquer pergunta sobre o caso.
Os cristãos secretos da Coreia do Norte, grupo de pessoas que se reúnem às escondidas, somam segundo a Missão Portas Abertas, entre 200 e 400 mil pessoas, que se mantém firmes à fé cristã, mesmo sob o risco de serem condenados à prisão perpétua ou pena de morte, se forem flagrados cultuando a Deus ou apenas portando uma Bíblia.

Maioria dos americanos duvida que oração pode evitar desastres naturais, afirma pesquisa

Maioria dos americanos duvida que oração pode evitar desastres naturais, afirma pesquisa
Depois que um tornado devastou partes de Oklahoma (EUA) no dia 20 de maio, matando duas dezenas de pessoas e causando bilhões de dólares em danos, diversas organizações religiosas se juntaram para prestar apoio às vítimas, e trabalhar de forma a minimizar os efeitos da tragédia. Diante desse quadro, uma pesquisa mostrou que a maioria das pessoas confia mais em agências humanitárias ligadas a princípios religiosos que em suas contrapartes seculares.
Um estudo conduzido pela LifeWay Research mostrou que entre a maioria dos americanos tem aumentado também o interesse em Deus e em doar para tais agências humanitárias. Porém, o estudo mostrou também que a maioria das pessoas não acredita que a oração pode ajudar a evitar desastres como o de Oklahoma.
- Enquanto alguns chamam de ‘atos de Deus’, outros questionam por que um Deus bom e amoroso faria uma coisa dessas. O fato é que Deus não nos dá todas as respostas. Mas, como cristãos, cremos que Deus nos dá a Si mesmo, e é por isso que temos fé. Fé é crer em Deus quando você não tem todas as respostas. Mas, desastres provam nossa fé… Algumas pessoas se aproximam de Deus, algumas se afastam – afirmou Ed Stetzer, presidente da LifeWay Research.
De acordo como estudo, quase seis em cada 10 norte-americanos (57 por cento) concordam com a afirmação: “Quando ocorre um desastre natural, o meu interesse em Deus aumenta.” Trinta e um por cento discordam e 12 por cento não souberam responder, segundo o Charisma News.
Porém, apesar de seu interesse crescente em Deus em momentos de desastres, a maioria dos americanos duvidam que a oração pode evitar desastres naturais. Cinquenta e um por cento discordam que a oração pode evitar tais eventos.
Segundo o LifeWay pessoas que frequentam uma igreja regularmente, e aqueles sem um diploma universitário tendem a confiar mais em Deus durante os desastres, enquanto que os americanos mais jovens são mais propensos a duvidar de que Deus existe.

Fundador de seita que se autoproclama reencarnação de Jesus atrai fiéis e causa preocupação às autoridades e líderes cristãos

Fundador de seita que se autoproclama reencarnação de Jesus atrai fiéis e causa preocupação às autoridades e líderes cristãos
Um homem que se autoproclama a reencarnação de Jesus Cristo tem chamado a atenção de especialistas e causado preocupação a líderes religiosos pela quantidade de seguidores que ele tem atraído para sua seita, na Austrália.
A Divine Truth, (Verdade Divina), igreja fundada por Alan John Miller, tornou-se alvo de observação das autoridades australianas pelas características de seus seguidores. Os adeptos da seita passaram a fazer aquisições de lotes próximo à sede da Divine Truth, com o objetivo de estar perto do suposto Jesus.
Entre as crenças do grupo, está a ideia de que não apenas Miller seja a reencarnação de Jesus, mas que sua parceira, Mary Luck, seja a própria Maria Madalena, amiga e discípula de Jesus que presenciou a crucificação.
“Tenho lembranças muito claras da crucificação, mas isso é tão angustiante para mim como foi para outros, como Maria, que estava presente. Quando você é um com Deus, você não está em um estado de medo, e você tem um bom controle sobre as sensações e níveis de dor que seu corpo pode absorver”, disse Miller em entrevista à TV britânica Sky News.
Entre os ensinos da seita, é difundido que “após a sua crucificação”, Jesus entrou no mundo dos espíritos e conheceu Platão, Sócrates, diversos papas e presidentes, e que essas conversas com as figuras mencionadas serviram para lembrá-lo dos milagres que realizou há dois mil anos. “Eu revivi um número de pessoas… incluindo meu amigo Lázaro, que a maioria das pessoas sabe que é mencionada na Bíblia”, diz Miller.
Sobre as críticas de pessoas que o classificam como falso profeta, Miller rebate dizendo que essa não é a primeira vez que contestam sua santidade: “Havia muitas pessoas no primeiro século não acreditavam que eu era o Messias e se sentiram ofendidos com o que Eu disse – e, na verdade, morri nas mãos de alguns deles”